Busca avançada
Ano de início
Entree

Aprimoramento em variabilidade da frequência cardíaca e suas técnicas projeto de doutorado sanduíche na Universidade de Parma - Parma (Itália)

Processo: 17/25695-2
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de maio de 2018
Vigência (Término): 31 de outubro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Ana Cristina Aoun Tannuri
Beneficiário:Joice Anaize Tonon do Amaral
Supervisor no Exterior: Andrea Sgoifo
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Università degli Studi di Parma, Itália  
Vinculado à bolsa:16/10570-7 - Associação da modulação autonômica cardíaca com PELD em crianças com hepatopatias graves, BP.DD
Assunto(s):Variabilidade da frequência cardíaca   Sistema nervoso autônomo   Sistema cardiovascular   Sistema nervoso parassimpático   Sistema nervoso simpático

Resumo

A variabilidade da frequência cardíaca é um dos meios de observar a interação entre sistemas nervosos simpáticos e parassimpáticos. É uma ferramenta utilizada para descrever as oscilações dos intervalos de ondas R-R, no qual o nodo sinusal é responsável pelo início dos batimentos cardíacos e possui uma influência do sistema nervoso autônomo, sendo assim, indiretamente, avalia a modulação autonômica cardíaca dos indivíduos. O estágio internacional é importante para o desenvolvimento do jovem pesquisador e professor. A oportunidade de estar em outro país com uma cultura diferente, recursos e sistematização de um país desenvolvido, pode fazer diferença na desenvoltura profissional do aluno de pós-graduação. É um momento essencial para um desenvolvimento maior do pesquisador, que terá contato com projetos de pesquisa diferenciados, técnicas diversas de pesquisa, língua estrangeira, parcerias futuras. Além de ampla discussão no tema em que a aluna pesquisa, o que ajudará no aumento do seu conhecimento na área de variabilidade da frequência cardíaca e sistema nervoso autônomo. Objetivo: Aprimorar os conhecimentos sobre variabilidade da frequência cardíaca e suas técnicas. Método: Desenvolvimento dos saberes na área a partir de visitação ao laboratório e acompanhando e auxiliando nos protocolos já existentes, desenvolvidos no Laboratório de Fisiologia do Estresse do Departamento de Neurociência na Universidade de Parma (Itália), no qual a candidata aprofundará seu conhecimento na temática que pesquisa. Resultados esperados: obter mais conhecimento na área de variabilidade da frequência cardíaca e aprender sobre as técnicas utilizada no laboratório de Fisiologia do Estresse em estudos com animais sob a temática de variabilidade da frequência cardíaca. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.