Busca avançada
Ano de início
Entree

Expansões do metacarpo em Centrolenidae Taylor, 1951 (Amphibia: Anura): variação ontogenética, sexual e sua relação com os hábitos arborícolas

Processo: 17/26712-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2018
Vigência (Término): 31 de julho de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Morfologia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:Taran Grant
Beneficiário:Juliana Fernandes Primon
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:12/10000-5 - Uma abordagem multidisciplinar para o estudo da diversificação de anfíbios, AP.JP
Assunto(s):Evolução animal   Morfologia animal   Metacarpo   Anura

Resumo

O grupo dos Anura apresenta uma distribuição quase cosmopolita e uma maior diversidade nas regiões tropicais. Ocupando diversos habitats, como florestas, rios e desertos, os anuros desenvolveram hábitos de vida variados, apresentando adaptações para os meios aquáticos, terrestres e arborícolas. A respeito do hábito arborícola, podemos citar múltiplas especializações morfológicas que permitiram a ocupação dos estratos arbóreos, entre elas a presença de almofadas adesivas nas pontas dos dedos membros anteriores, mãos e dedos longos, capacidade de fechar a mão ao redor do substrato, modificação na base do metacarpo do dígito IV, a elongação dos músculos extensores brevis profundus, e a presença de músculos extensores brevis distalis. As especializações para tal hábito aparecem, principalmente em 12 famílias predominantemente arborícolas e sabe-se que evoluiu múltiplas vezes dentro da filogenia dos Anura. Assim, o presente trabalho visa compreender a evolução de uma das especializações relacionadas ao hábito arborícola dentro da família dos Centrolenidae: as expansões dos metacarpos e suas variações ontogenéticas e sexuais, assim como a associação com a musculatura. (AU)