Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de membranas poliméricas enantiosseletivas utilizando partículas tipo "pirkle" para resolução de compostos quirais

Processo: 17/18331-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2017
Vigência (Término): 30 de novembro de 2021
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Pesquisador responsável:Caio Marcio Paranhos da Silva
Beneficiário:Priscila Vedovello
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/07296-2 - CDMF - Centro de Desenvolvimento de Materiais Funcionais, AP.CEPID
Bolsa(s) vinculada(s):19/09037-0 - Aplicação de membranas poliméricas enantiosseletivas contendo seletor quiral tipo-Pirkle como fases estacionárias quirais para cromatografia líquida, BE.EP.DR
Assunto(s):Polímeros (materiais)   Materiais mesoporosos   Cascas de arroz   Síntese assimétrica

Resumo

A formação de compostos quirais durante a síntese de novos medicamentos e substâncias afins, que são administrados clinicamente na forma de mistura racêmica, é amplamente descrita na literatura. A atividade terapêutica destes compostos é fortemente dependente de seus rearranjos espaciais, que leva a diferentes propriedades farmacodinâmicas e farmacocinéticas, sendo que um isômero pode produzir as atividades terapêuticas desejadas, enquanto o outro pode estar inativo ou até mesmo produzir efeitos tóxicos. As alternativas para se contornar a formação dos compostos quirais incluem a síntese estereosseletiva e a separação pós-síntese. Entretanto, os elevados custos associados a estas técnicas restringem a purificação enantiomérica a medicamentos com forte apelo econômico, em detrimento da terapêutica de doenças negligenciadas. Esta proposta de pesquisa tem como objetivo o desenvolvimento de membranas poliméricas híbridas de baixo custo com elevada capacidade de resolução quiral. Materiais mesoporosos obtidos a partir da biomassa de casca de arroz serão avaliados quanto a sua capacidade de seleção quiral. Estes materiais serão incorporados na membrana polimérica e as variáveis estruturais, tais como o teor incorporado, a forma de preparo das membranas e a compatibilidade polímero-material mesoporoso serão investigadas em relação a capacidade de resolução quiral. Espera-se que as membranas híbridas produzidas apresentem simultaneamente um elevado perfil de separação quiral, resistência mecânica e capacidade regenerativa para utilização a longo prazo. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)