Busca avançada
Ano de início
Entree

Fissura labiopalatina e os fenótipos dentários na Síndrome de Down

Processo: 17/22218-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2018
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Radiologia Odontológica
Pesquisador responsável:Lucimara Teixeira das Neves
Beneficiário:Isabella Claro Grizzo
Instituição-sede: Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais (HRAC). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Síndrome de Down   Fenda labial   Anomalia dentária   Fenótipo

Resumo

A síndrome de Down é a alteração cromossômica mais comum entre nascidos vivos. Apesar dos indivíduos com trissomia do cromossomo 21 apresentarem algumas características particulares como: fendas palpebrais elevadas, face com contornos achatados, orelhas curtas, cabeça arredondadas e maior incidência para problemas sistêmicos cardiovasculares, levam uma vida normal podendo adquirir uma autonomia conforme seu amadurecimento. Do ponto de vista dos fenótipos bucais esses sujeitos apresentam macroglossia e ocorrência de alterações dentárias, tais como, agenesias de vários dentes, principalmente terceiros molares, microdontia, além de prevalência aumentada de doença periodontal, entre outras. Contudo, apesar da macroglossia ser uma característica comumente relatada e que tem relação direta com a formação craniofacial embrionária, o que poderia acarretar interferência especialmente na palatogênese, pouco tem sido estudado quanto à ocorrência de fissuras labiopalatinas nesse grupo específico assim como a ocorrência de anomalias dentárias nesses casos de síndrome de Down com fissura labiopalatina. Dessa forma, o objetivo deste estudo retrospectivo, será avaliar o padrão de fissura labiopalatina cursando com a síndrome de Down e descrever quais os fenótipos dentários estão presentes nesses casos. Para o estudo serão selecionados todos os casos de síndrome de Down matriculados no Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais -USP. Nesses casos serão analisados os prontuários, fotografias e radiografias arquivadas no HRAC, investigando o tipo de fissura labiopalatina e os fenótipos dentários presentes. Os dados coletados serão tabulados, analisados e apresentados de forma descritiva por meio de gráficos e tabelas. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.