Busca avançada
Ano de início
Entree

Estratégias em quimioinformática para uma série de compostos antichagásicos

Processo: 17/23778-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2018
Vigência (Término): 31 de julho de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biofísica - Biofísica Molecular
Pesquisador responsável:Adriano Defini Andricopulo
Beneficiário:Alex Rogério Medeiros
Instituição-sede: Instituto de Física de São Carlos (IFSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/07600-3 - CIBFar - Centro de Inovação em Biodiversidade e Fármacos, AP.CEPID
Assunto(s):Química médica   Planejamento de fármacos   Desenvolvimento de fármacos   Modelagem computacional   Doenças negligenciadas   Doença de Chagas

Resumo

A doença de Chagas é uma doença tropical negligenciada de alcance mundial que atinge milhões de pessoas, especialmente na América Latina, onde é endêmica. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a doença de Chagas é uma patologia de alta prioridade quanto ao desenvolvimento de novos medicamentos. Os fármacos disponíveis são obsoletos e possuem baixa eficácia e elevada toxicidade. Neste panorama, o desenvolvimento de fármacos eficazes e seguros para a doença de Chagas é uma importante demanda, particularmente em países endêmicos como o Brasil. O objetivo deste projeto de iniciação científica é o planejamento de candidatos a novos fármacos para a doença de Chagas. Moléculas com atividade promissora contra o parasita causador da doença (o protozoário Trypanosoma cruzi), identificadas em nosso laboratório, serão utilizadas no processo de planejamento. Estes compostos são inibidores competitivos da enzima cruzaína, a principal cisteíno-protease do parasita, a qual é essencial para sua reprodução e patogenicidade. O projeto é de grande importância para o Centro de Pesquisa e Inovação em Biodiversidade e Fármacos (CIBFar), um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) da FAPESP, o qual possui parcerias sólidas com a UNICAMP e com a Drugs for Neglected Diseases Initiative (DNDi) para o desenvolvimento de candidatos a medicamentos para a doença de Chagas. O projeto envolve o emprego de técnicas de planejamento de fármacos baseadas na estrutura do ligante (LBDD, na sigla em inglês para Ligand-Based Drug Design), como a geração de modelos de Relações Quantitativas entre Estrutura e Atividade (QSAR, na sigla em inglês para Quantitative Structure-Activity Relationships) e hipóteses farmacofóricas. O projeto será desenvolvido no Laboratório de Química Medicinal e Computacional (LQMC) do Instituto de Física de São Carlos (IFSC-USP). O LQMC possui um histórico importante na área de doenças tropicais negligenciadas como a doença de Chagas, o que resultou no estabelecimento do CIBFar no âmbito do programa CEPID da FAPESP. Este projeto está integralmente inserido no escopo do CIBFar e irá contribuir para o avanço das nossas pesquisas em uma área que representa um grande problema de saúde pública na América Latina. (AU)