Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da inserção de um circuito funcional ao treinamento aeróbico e resistido na atividade física na vida diária e funcionalidade de pacientes com DPOC: um estudo clínico randomizado com follow up

Processo: 17/27019-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2018
Vigência (Término): 07 de agosto de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Ercy Mara Cipulo Ramos
Beneficiário:Thiago Pereira Veronese
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/10145-7 - Efeitos da inserção de um circuito funcional ao treinamento aeróbico e resistido na funcionalidade, atividade física na vida diária e resposta imuno metabólica de Pacientes com DPOC: um estudo clínico randomizado com follow up, AP.R
Assunto(s):Reabilitação pulmonar   Doença pulmonar obstrutiva crônica   Exercício físico   Treinamento físico   Treinamento aeróbio   Treinamento de força

Resumo

Introdução: Programas de reabilitação pulmonar (RP) têm o treinamento físico como seu principal componente, sendo responsável pela melhora da funcionalidade e qualidade de vida de pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC). Entretanto os programas de RP e treinamento físico, principalmente a curto prazo, ainda são contraditórios, inconclusivos e inconsistentes sobre sua eficácia no aumento da atividade física na vida diária (AFVD) destes pacientes. Neste sentido, o treinamento funcional pode ser uma opção para otimizar a RP na DPOC. Objetivo: Avaliar os efeitos da inserção de um circuito funcional ao treinamento combinado (aeróbico e resistido) a curto prazo na AFVD, funcionalidade de pacientes com DPOC. Ainda, avaliar o perfil imuno metabólico, aceitabilidade e satisfação ao treinamento, bem como, realizar um follow up da AFVD e funcionalidade três meses pós treinamento. Métodos: Pacientes com DPOC serão randomizados para um programa de treinamento de 8 semanas com3 sessões semanais, incluindo treinamento resistido, aeróbico e circuito funcional (GTF) ou, treinamento convencional (resistido e aeróbico) (GTC) ou, para um grupo de cuidados usuais(GCU). Antes e ao final dos treinamentos, os pacientes serão avaliados quanto a composição corporal, funcionalidade, qualidade de vida, perfil imuno metabólico e AFVD. A avaliação da aceitabilidade e satisfação ocorrerá ao final dos treinamentos. Será realizado um follow up de três meses pós treinamento avaliando a AFVD e funcionalidade. Análise estatística: A distribuição dos dados será verificada por meio do teste de Kolmogorov-Smirnov. ANOVA two way será realizada para avaliação intra e inter-grupos. Dados de aceitabilidade e satisfação serão avaliados por transcrições em verbatim. (AU)