Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise integrativa do transcriptoma e proteômica da próstata ventral da prole de ratos submetidos à restrição protéica materna

Processo: 17/08715-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2018
Vigência (Término): 30 de setembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Histologia
Pesquisador responsável:Luis Antonio Justulin Junior
Beneficiário:Ana Carolina Lima Camargo
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):18/09408-6 - Análise de RNA-seq para identificar alvos moleculares envolvidos na desregulação da morfogênese prostática em filhotes de ratos submetidos a restrição proteica materna, BE.EP.DR
Assunto(s):Biologia reprodutiva   Próstata   Adenocarcinoma   Transcriptoma   Proteômica   Dieta animal   Modelos animais   Sequenciamento de nova geração   Espectrometria de massas

Resumo

A exposição materna a uma dieta deficiente em proteína durante a gestação, característica de países subdesenvolvidos e de países cuja dieta contém alimentos hipercalóricos, pobres em fibras e nutrientes, está associada ao desenvolvimento de doenças na prole, em especial cardiovasculares, renais, Diabetes e até mesmo Câncer na prole. Além disso, estudos do nosso grupo demonstram que restrição protéica materna impacta o desenvolvimento e aumenta a incidência de lesões prostáticas na prole de ratos velhos. Apesar disto, os mecanismos moleculares que desencadeiam estas alterações ainda são pouco conhecidos. Neste contexto, o avanço das metodologias de estudo de expressão gênica e protéica em larga-escala, associado à possibilidade de integração destes dados utilizando ferramentas de bioinformática, tem possibilitado uma visão integrativa global dos mecanismos moleculares em condições normais e patológicas. Assim, o objetivo deste trabalho será identificar o perfil de expressão global de RNAs mensageiros (transcriptoma) e de proteínas (proteômica) em amostras de próstatas de ratos que sofreram restrição protéica perinatal e integrar o perfil global de expressão de mRNAs e proteínas para identificar redes de regulação e vias moleculares envolvidas no desenvolvimento prostático em animais normais e restritos. Serão analisados ratos machos da linhagem Sprague Dawley com 21 dias de idade pós-natal nascidos de mães alimentadas com ração padrão (17% de proteína) ou de mães alimentas com ração hipoprotéica (6% de proteína) durante a gestação e lactação. Após este período, os animais serão eutanasiados com overdose de anestésico, pesados e a próstata ventral coletada. Serão analisados o transcriptoma por sequenciamento de última geração (HigSeq-2500, Ilumina) e de proteoma por espectrometria de massas (LC-Ms/Ms). Serão selecionados alguns alvos de interesse para serem validados por RT-qPCR, assim como imuno-histoquímica e western blotting. Estes resultados serão comparados aos dados de transcriptoma e do proteoma para adenocarcinoma prostático, disponíveis na literatura, com o objetivo de investigar se a restrição protéica perinatal é responsável por alterar a expressão gênica e protéica de alvos relacionados ao desenvolvimento de lesões prostáticas. Outros animais serão eutanasidos com 540 dias de idade com o objetivo de se identificar possíveis alvos alterados tanto pela restrição protéica em ratos jovens como no câncer prostático. Este projeto de doutorado faz parte de um projeto maior (auxilio regular à pesquisa), onde também será analisado o microRNoma e o perfil de metilação global na próstata de ratos submetidos à restrição protéica perinatal. Com isso, espera-se obter uma visão global dos efeitos da restrição protéica perinatal sobre a biologia prostática. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.