Busca avançada
Ano de início
Entree

Novas estratégias analíticas para proteômica bottom-up e top-down

Processo: 17/17368-1
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 30 de maio de 2018
Vigência (Término): 29 de maio de 2019
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Pesquisador responsável:Emanuel Carrilho
Beneficiário:Weliton Pedro Batiston
Supervisor no Exterior: John Yates III
Instituição-sede: Instituto de Química de São Carlos (IQSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Local de pesquisa : Scripps Research Institute, San Diego, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:15/16025-8 - Sistemas cromatográficos multidimensionais (nano-HPLC e microchip) hifenizados a espectrometria de massas sequencial de alta resolução para proteômica quantitativa, BP.DR
Assunto(s):Proteômica   Miniaturização   Microfluídica   Quimiometria

Resumo

Atualmente, o desempenho analítico para caracterizar toda a complexidade de um proteoma não é suficiente. Esta complexidade tem sido o principal tema de estudo no Laboratório de John R. Yates III nos últimos 25 anos, com elevado impacto científico para a evolução do campo. Com isso em mente, nós propomos uma série de estudos para tentar melhorar as abordagens analíticas para a proteômica, tais como i) novas estratégias quimiométricas para otimização de técnicas analíticas hifenizadas; ii) um modelo químico-matemático para aumentar a cobertura em proteômica shotgun; iii) uma equação termodinâmica para métodos de parada de fluxo em cromatografia líquida multidimensional; iv) o desenvolvimento de novas nano-colunas para a proteômica Top-down e v) o desenvolvimento de separações multidimensionais em µ-chip. Por meio da experiência do Laboratório de John R. Yates III, esperamos melhorar nossas teorias usando questões biológicas relevantes nos sistemas analíticos desenvolvidos, além de encontrar soluções para atacar algumas das várias limitações da proteômica Bottom-up e Top-down. (AU)