Busca avançada
Ano de início
Entree

Investigação do conteúdo microbiológico, expressão de metaloproteinases de matriz e suscetibilidade antimicrobiana de bactérias específicas em casos de insucesso endodôntico

Processo: 17/16516-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2018
Situação:Interrompido
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Endodontia
Pesquisador responsável:Brenda Paula Figueiredo de Almeida Gomes
Beneficiário:Priscila Amanda Francisco
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Piracicaba , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:15/23479-5 - Microbiomas e aspectos imunobiológicos nas infecções endodônticas, AP.TEM
Bolsa(s) vinculada(s):18/21553-1 - Parâmetros proteômicos endodônticos e periapicais em situações de periodontite ou saúde apical, BE.EP.DR
Assunto(s):Ácido lipoteicoico   Abscesso periapical   Metaloproteinases da matriz   Anti-infecciosos   Sequenciamento de nova geração   Enterococcus faecalis   Streptococcus mutans

Resumo

A principal causa da lesão periapical pós-tratamento, ou seja, do insucesso do tratamento endodôntico, é a presença de microrganismos no sistema de canais radiculares. Na periodontite periapical, certos componentes da estrutura bacteriana, conhecidos como fatores de virulência, podem agir estimulando respostas inflamatórias com consequente destruição óssea na região periapical. O conhecimento da comunidade microbiana, dos mecanismos de patogenicidade, assim como da resistência bacteriana frente agentes antimicrobianos, permite o desenvolvimento de protocolos de tratamento mais eficazes e duradouros. Dessa forma, os objetivos do presente estudo, serão: a) caracterizar a microbiota cultivável presente nas coletas iniciais de canais radiculares com insucesso do tratamento endodôntico, através do next generation sequencing; b) verificar a suscetibilidade da microbiota de canais radiculares infectados ao preparo químico-mecânico e ao uso de medicação intracanal por 30 dias, através da contagem de unidades formadoras de colônias; c) estudar as mudanças na composição da microbiota dos canais radiculares de infecções do insucesso endodôntico durante a terapia endodôntica, por meio da técnica de checkerboard; d) avaliar e correlacionar o efeito do preparo químico-mecânico ou medicação intracanal na redução de LPS/LTA e MMPs (MMP-2, MMP-3, MMP-8, MMP-9 e MMP-13), pelo método de ELISA; e) investigar a suscetibilidade antimicrobiana de cepas de Enterococcus faecalis e Streptococcus mutans que forem isoladas dos canais radiculares, contra diferentes antibióticos, através do método Etest; e f) correlacionar os achados entre si e com os sinais e sintomas clínicos. Serão selecionados 20 dentes com presença de lesão periapical e necessidade de retratamento endodôntico, e realizadas coletas antes e após o preparo-químico mecânico, e após o uso de medicação intracanal por 30 dias. Após o processamento laboratorial das amostras, os dados obtidos serão tabulados e estatisticamente analisados pelo SPSS para Windows. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FRANCISCO, P. A.; DELBONI, M. G.; LIMA, A. R.; XIAO, Y.; SIQUEIRA, W. L.; GOMES, B. P. F. A. Proteomic profile of root canal contents in teeth with post-treatment endodontic disease. International Endodontic Journal, v. 52, n. 4, p. 451-460, APR 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.