Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da estimulação transcraniana por corrente contínua (ETCC) cerebelar sobre o controle postural de crianças com desenvolvimento típico

Processo: 17/19722-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2018
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Renata Hydee Hasue
Beneficiário:Tainá Horacio Peixoto
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Fisioterapia   Desenvolvimento infantil   Cerebelo   Neuromodulação   Controle motor

Resumo

O cerebelo é conhecido por desempenhar papel importante no controle da postura e do equilíbrio; ele controla o movimento e o controle postural ao comparar a estimulação motora efetiva ao movimento pretendido e, se necessário, faz ajustes. A Estimulação Transcraniana por Corrente Contínua (ETCC) é uma técnica de neuromodulação capaz de modular a excitabilidade cortical de maneira segura, indolor e não invasiva. Os efeitos são dependentes da polaridade aplicada, o aumento ou diminuição da excitabilidade podem ser obtidos após ETCC anódica ou catódica, respectivamente. A resposta neurofuncional da ETCC sobre o equilíbrio já foi descrita em adultos saudáveis, e a estimulação cerebelar com finalidade de melhorar o controle postural tem sido usada em indivíduos com distúrbios neurológicos, incluindo crianças com transtornos cerebelares. Entretanto, não há se conhecem os efeitos desta estimulação em crianças saudáveis. O objetivo do presente estudo é descrever o efeito da estimulação cerebelar anódica e catódica sobre o equilíbrio estático de crianças com desenvolvimento típico em comparação com a estimulação sham (placebo). Trata-se de um ensaio clínico aleatorizado cego com cross over. Vinte crianças de ambos os gêneros, entre 7 e 10 anos de idade, sem problemas motores (percentil>49 na Movement Assessment Battery for Children 2) serão aleatoriamente divididas em um grupo que receberá a ETCC (TCT - tDCS simulator®) anódica, catódica ou sham em região cerebelar. As estimulações anódica e catódica serão feitas na dosagem de 1mA por 20 minutos e a estimulação sham será feita na dosagem de 1mA por 30 segundos e 0 mA durante os outros 19 minutos e 30 segundos. O controle postural será avaliado com a plataforma de força (EMG System - Brasil) imediatamente antes e depois da estimulação em todos os grupos, nas seguintes condições, aleatoriamente distribuídas: apoio bipodálico na superfície fixa com os olhos abertos, apoio bipodálico na superfície fixa com os olhos fechados, apoio bipodálico na superfície instável com os olhos abertos e apoio bipodálico na superfície instável com os olhos fechados. Serão realizadas três medições em cada uma das condições, onde os sujeitos deverão permanecer por 30 segundos. Serão analisados a área, amplitude e velocidade de oscilação do centro de pressão nas direções ânteroposterior e médiolateral da média obtida nas três medições. Após o intervalo mínimo de uma semana, será realizado o cross over. Os dados serão analisados fazendo-se a comparação das médias pela análise de variância de medidas repetidas (ANOVA). O nível de significância adotado será de 0,05. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)