Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização e projeto de mecanismo baseado em material adesivo a seco

Processo: 17/14856-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2018
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2018
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Mecânica
Pesquisador responsável:Glauco Augusto de Paula Caurin
Beneficiário:Choi Wang Dzak
Instituição-sede: Escola de Engenharia de São Carlos (EESC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Robótica   Amostragem   Lagartas   Junções aderentes   Geometria   Materiais adesivos

Resumo

Na natureza, encontram-se vários animais com características peculiares e capazes de realizar tarefas, muitas vezes com alta versatilidade e, principalmente, sem desvantagens aparentes na sua função normal. Isso desperta o interesse científico e trouxe à tona importantes estudos nos últimos anos em torno de robôs bio-inspirados, que visam a engenharia dessas características. Especificamente a esse projeto, os objetos de estudo serão materiais aderentes a secos sintéticos, baseados nos tecidos presentes nas patas do gecko tokay. Tal material possui notáveis características advindas da combinação entre geometria da estrutura e material, que lhe conferem, além da aderência em vários tipos de superfícies, um descolamento de baixo a nulo custo energético. No gecko tokay, esse tecido lhe permite escalar superfícies verticais sem o uso de aderência química nem mecanismos ativos como o magnetismo e a geração de vácuo. Essas características são especialmente interessantes para a robótica móvel, pois aumentam a sua área de atuação e sua versatilidade. Dito isso, o presente projeto visa o desenvolvimento da pata de um protótipo hexápode capaz de escalar superfícies verticais, utilizando material aderente a seco. As possíveis aplicações incluem vigilância e monitoramento, inspeção, reparos, manutenção e limpeza, mas, a priori, este mecanismo terá o intuito apenas de ser utilizado para inspeção (carga de apenas uma câmera, sem garras ou demais equipamentos) de locais de difícil acesso humano e, dessa forma, diminuir riscos aos operadores e custos. Para isso, será feita primeiramente a caracterização desse material aderente a seco a partir de pequenas amostras, com a finalidade de entender os mecanismos de aderência, ao mesmo tempo em que se estuda um padrão adequado de caminhar e pisar para o dito protótipo. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)