Busca avançada
Ano de início
Entree

Ação de um novo dentifrício contendo silicato de cálcio e sais de fosfato de sódio na remineralização de dentes decíduos

Processo: 17/18841-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2018
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Odontopediatria
Pesquisador responsável:Maria Cristina Borsatto
Beneficiário:Sara Gollino
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto (FORP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Remineralização dentária   Dentifrícios   Erosão dentária   Fluoretos

Resumo

Um dentifrício contendo silicato de cálcio e sais de fosfato de sódio foi desenvolvido com o intuito de regenerar o esmalte com o mesmo mineral que o forma, além de atuar nos iniciais e invisíveis níveis da erosão. O objetivo deste trabalho será avaliar o potencial remineralizador de dentifrícios com diferentes composições e concentrações de fluoreto. Serão utilizados blocos obtidos de superfícies vestibulares de incisivos decíduos (n=48), os quais serão planificados e polidos com lixas de diferentes granulações. Após isso, será realizada a Microdureza de superfície inicial (SH0), para a padronização do conteúdo mineral dos espécimes utilizados. Em seguida, será realizada a indução de lesão erosiva, onde os blocos serão imersos em uma solução desmineralizadora de ácido cítrico 0,5% (pH 2,5) por 5 minutos (não agitados), 4 vezes ao dia, às 8:00, 10:00, 14:00 e 16:00h, por 5 dias. Posteriormente ao primeiro horário do primeiro dia de indução de lesão será realizada a Microdureza pós indução de lesão erosiva (SH1), afim de verificar a superfície desmineralizada dos blocos. Após esse procedimento, os blocos serão submetidos aos tratamentos com dentifrícios experimentais, segundo os grupos descritos a seguir: 1) Placebo (controle negativo), 2) 1100 ppm F (controle positivo), 3) Colgate Total 12, 4) Regenerate Enamel Science (Tabela 1). Os blocos serão tratados em um slurry na proporção 1:3 dentro de uma ciclagem de remineralização, a qual acontecerá imediatamente após cada indução de lesão. Após esses procedimentos será realizada a Microdureza final (SH2), a Microscopia Eletrônica de Varredura e a Microfluorescência de Raio-X por Energia Dispersiva (µEDX) dos blocos tratados. Os dados serão submetidos a análise estatística para conflito dos dados com nível de significância de 5%. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.