Busca avançada
Ano de início
Entree

Modulação gênica de RIPK3 e MLKL e seu impacto na sensibilidade à morte por necroptose

Processo: 17/25009-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de março de 2018
Situação:Interrompido
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Celular
Pesquisador responsável:Ricardo Weinlich
Beneficiário:Larissa Cardoso Zanetti
Instituição-sede: Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa Albert Einstein (IIEPAE). Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein (SBIBAE). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):19/13813-6 - Mapeamento dos elementos regulatórios da transcrição de MLKL, BE.EP.DD
Assunto(s):Morte celular   Proteínas quinases   Expressão gênica

Resumo

Necroptose é uma via bioquímica de morte celular recém descoberta, independente de caspases, e com aspectos morfológicos similares ao de necrose. A ativação dessa via, que ocorre por diversos estímulos, entre eles receptores de morte e sinais mediados por TRIF, envolve uma cascata de fosforilação das quinases RIPK1 e RIPK3 e da pseudoquinase MLKL. A relevância da morte celular por necroptose já foi demonstrada em diversas condições fisiopatológicas, incluindo infecções bacterianas e virais, processos isquêmicos, câncer e doenças autoimunes. Em diversos destes modelos também foi descrito que os níveis de expressão de RIPK3 e MLKL sofrem modulação tanto positiva quanto negativa e que a intensidade de expressão destas moléculas se correlaciona diretamente à sensibilidade da célula à indução de morte por necroptose. Incrivelmente, porém, até o momento há uma grande escassez na literatura de dados a respeito dos mecanismos que regulam a modulação destes genes, tanto em relação a quais são as vias de sinalização e fatores de transcrição envolvidos quanto à caracterização de suas regiões promotoras. Assim, este projeto tem por objetivo elucidar os mecanismos de modulação da expressão gênica de RIPK3 e MLKL, através do estudo de suas regiões promotoras e dos fatores de transcrição que as regulam. (AU)