Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo in vitro da detecção da marcação das células-tronco mesenquimais humanas com nanopartículas magnéticas multimodais com dupla fluorescência mediante as técnicas de ressonância magnética, fluorescência e bioluminescência

Processo: 17/17868-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2018
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biofísica - Biofísica Molecular
Pesquisador responsável:Lionel Fernel Gamarra Contreras
Beneficiário:Yolanda Oliveira Pinto
Instituição-sede: Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa Albert Einstein (IIEPAE). Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein (SBIBAE). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Fluorescência   Acidente vascular cerebral   Nanotecnologia   Nanopartículas   Bioluminescência   Imagem por ressonância magnética

Resumo

O presente projeto de Iniciação Científica tem como finalidade a avaliação da marcação de células-tronco mesenquimais (CTM) da medula humana com nanopartículas que possuem propriedades magnéticas e dupla marcação fluorescente capazes de serem detectadas por equipamentos de Imagem por Ressonância Magnética e por técnicas de imagem por fluorescência in vitro (excitação/emissão: 555/579nm) e in vivo (absorção/emissão: 755/777nm), visando a rastreabilidade, migração e viabilidade das CTM após administração no animal. Outro recurso que será utilizado para o rastreamento é a bioluminescência, pois as CTM serão transfectados com luciferase e além de rastreabilidade, permitirá observar a viabilidade das CTM.O presente subprojeto faz parte de um projeto de auxilio regular FAPESP N° 16/21470-3, intitulado "Ação terapêutica das células tronco mesenquimais da medula humana, marcadas com nanopartículas multimodais, em ratos diabéticos submetidos à isquemia cerebral focal: estudo dos mecanismos celulares, moleculares e funcionais".Desta forma, o projeto será dividido em cinco etapas: a primeira etapa consistirá no estudo da estabilidade das nanopartículas multimodais (NPMM) no meio de cultura nas condições que serão utilizados na marcação das CTM. A segunda etapa corresponde à marcação das CTM com as NPMM. A terceira etapa será realizar a análise da distribuição intracelular por microscopia de luz visualizando a presença do ferro e a fluorescência in vitro, utilizando um dos fluoróforos (555/579nm) para a detecção das NPMM nas CTM. Na quarta etapa será realizada a avaliação in vitro através da Imagem por Ressonância Magnética (IRM). Esta fase será executada por Dr. Javier Bustamante Mamani e acompanhada pela aluna de Iniciação Científica. Na quinta etapa será realizada a avaliação por tomografia de fluorescência no infravermelho assim como o sinal de bioluminescência nas CTM. Esta fase será acompanhada pelo Dr. Helio Rodrigues da Silva, pesquisador associado do projeto.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.