Busca avançada
Ano de início
Entree

Força de preensão manual e força máxima de mordida em indivíduos dentados e desdentados totais

Processo: 17/14964-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2018
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Clínica Odontológica
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:João Neudenir Arioli Filho
Beneficiário:Camila Luiz Jabr
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOAr). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Reabilitação bucal   Dinamômetro de força muscular   Força de mordida   Força da mão

Resumo

A determinação da força máxima de mordida é uma variável subjetiva de grande importância para o cirurgião-dentista para estabelecimento do correto plano de tratamento e favorecimento do prognóstico das reabilitações. Os instrumentos empregados para esta mensuração são inviáveis para uso rotineiro em consultório devido ao alto custo financeiro. Por outro lado, dinamômetros manuais para medida de força manual pode oferecer uma alternativa para força global e apresenta um baixo custo. O objetivo deste estudo será estimar a correlação entre a força de preensão manual média e força máxima de mordida de indivíduos jovens dentados de 18 a 25 anos de idade (Grupo I), adultos entre 40-59 anos dentados (Grupo II) e desdentados totais usuários de próteses totais bimaxilares (Grupo III) do sexo feminino, além de comparar a média de força de preensão e mastigatória entre os diferentes grupos. Após preencher o termo de consentimento livre e esclarecido, serão submetidos ao teste de mensuração da força de preensão manual com o auxílio do dispositivo eletrônico digital na mão dominante um total de três mensurações, das quais será calculada a média. Posteriormente, através de um gnatodinamômetro digital, será mensurada a máxima força de mordida na região de molar sendo considerada a média de três mensurações de cada lado. Será estimado o Coeficiente de Correlação de Pearson (r) e Análise de Variância multivariada (MANOVA), com nível de significância de 5%. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)