Busca avançada
Ano de início
Entree

Materiais geopoliméricos para proteção antirradiação

Processo: 18/02894-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2017
Vigência (Término): 31 de agosto de 2018
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Pesquisador responsável:Jose Vitorio Emiliano
Beneficiário:Jose Vitorio Emiliano
Empresa:Tambora Engenharia de Materiais Metálicos e Industriais Ltda
CNAE: Fabricação de produtos cerâmicos não-refratários não especificados anteriormente
Serviços de engenharia
Pesquisa e desenvolvimento experimental em ciências físicas e naturais
Vinculado ao auxílio:17/08144-2 - Materiais geopoliméricos para proteção antirradiação, AP.PIPE
Assunto(s):Polímeros (materiais)   Concreto de cimento Portland   Radiação síncrotron   Projeto Sirius   Sustentabilidade

Resumo

O concreto tipo Portland é o material estrutural mais empregado nas proteções contra radiação, particularmente devido ao desempenho satisfatório da matriz cimentícia na atenuação da radiação, ao custo relativamente baixo e grande disponibilidade. Esse predomínio, apesar das reconhecidas limitações associadas à sensibilidade ao ataque químico, durabilidade, baixa estabilidade térmica, geração de precipitados lixiviáveis e baixa sustentabilidade ambiental, tem relação com a falta de oferta de materiais alternativos de desempenho equivalente ou superior. Nesse contexto, os concretos geopoliméricos a base de metacaulinita e silicato de sódio ou potássio, materiais de reconhecida estabilidade química, térmica, capacidade de imobilizar materiais nocivos e elevadas propriedades mecânicas, despontam como materiais candidatos a complementar a oferta de materiais próprios para atenuação radiológica. De acordo com a literatura técnica e científica da área, a utilização desse tipo de geopolímero em proteção antirradiação é uma inovação. O principal objetivo do projeto é estudar a viabilidade técnica e científica da aplicação de cimentos e concretos geopoliméricos, materiais que estão alinhados às exigências atuais de sustentabilidade, durabilidade, estabilidade química e mecânica ao longo da vida útil, como proteção contra radiação em equipamentos e instalações sujeitos a fontes radioativas de baixa, média e alta intensidade. Os materiais a serem desenvolvidos neste projeto de pesquisa se enquadram como soluções complementares e alternativas aos concretos Portland atualmente utilizados em usinas nucleares de geração de energia, confinamento de resíduos radioativos, resíduos de processamento de urânio e, ainda, um material inovador com potencial para eventual aplicação em instalações do Projeto Sirius, a nova fonte de luz sincrotron brasileira, em atual estágio de construção, com término previsto para 2020. Cabe ressaltar que, até a presente data, cimentos e concretos geopoliméricos não são produzidos e fornecidos em escala industrial no país, o que representa a grande oportunidade de desenvolvimento para suprir uma demanda crescente que hoje não é explorada pela aplicação dessa nova classe de materiais que vem inclusive suprindo necessidades de outras áreas da Engenharia. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)