Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da criopreservação no perfil epigenético em folículos ovarianos de zebrafish (Danio rerio)

Processo: 17/21329-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2018
Situação:Interrompido
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca - Aquicultura
Pesquisador responsável:Renata Guimarães Moreira Whitton
Beneficiário:Fernanda de Mello
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/16320-7 - Impactos das mudanças climáticas e ambientais sobre a fauna: uma abordagem integrativa, AP.PFPMCG.TEM
Bolsa(s) vinculada(s):19/12669-9 - Papel de microRNAs de herança materna em medaka (Oryzias latipes) usando edição de genoma base CRISPR/Cas9, BE.EP.PD
Assunto(s):Fisiologia da reprodução   Epigênese genética   Peixe-zebra   Criopreservação   Reprodução   Oócitos

Resumo

Em peixes, os mecanismos de regulação epigenética do folículo ovariano durante a oogênese e as alterações desta regulação permanecem pouco compreendidos. Informações provenientes de estudos com mamíferos indicam que o perfil epigenético apresenta uma mudança dinâmica na oogênese, fertilização e desenvolvimento embrionário inicial, sendo fundamental na regulação do empacotamento da cromatina e transcrição gênica. A regulação epigenética é essencial para o desenvolvimento do folículo ovariano até o estágio de maturação final, bem como para o acúmulo de transcritos dos genes de efeito materno, que tem impacto direto no desenvolvimento da progênie. Recentemente, estudos em mamíferos envolvendo a regulação epigenética em gametas criopreservados identificaram alterações na transcrição de genes importantes e proteínas induzidas pelo choque térmico causadas pelo processo de criopreservação. A criopreservação de folículos ovarianos é um método promissor para preservar o material genético em peixes, contribuindo no manejo reprodutivo e conservação de espécies ameaçadas. Para as espécies aquícolas que se reproduzem apenas uma vez por ano, a criopreservação permitiria a produção de formas jovens ao longo do ano, melhorando a produção comercial. Entretanto, muito pouco se sabe sobre o perfil epigenético e a dinâmica da regulação no folículo ovariano, bem como os possíveis impactos de alterações gerados pela exposição aos agentes crioprotetores e à temperatura criogênica. O presente projeto visa caracterizar o perfil epigenético e as alterações geradas pelo processo de criopreservação dos folículos ovarianos, sobre a oogênese em peixes.