Busca avançada
Ano de início
Entree

Aprendizagem ativa de estudantes de enfermagem e medicina a partir da prática profissional

Processo: 17/27237-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2018
Vigência (Término): 31 de outubro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Educação - Ensino-aprendizagem
Pesquisador responsável:Elza de Fátima Ribeiro Higa
Beneficiário:Monike Alves Lemes
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Marília (FAMEMA). Secretaria de Desenvolvimento Econômico (São Paulo - Estado). Marília , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/16456-4 - Aprendizagem ativa de estudantes de enfermagem e medicina a partir da prática profissional, AP.R
Assunto(s):Educação em enfermagem   Educação médica   Educação em saúde   Aprendizagem   Prática profissional   Prática de saúde pública

Resumo

Introdução: mudanças na formação em saúde vêm sendo estimuladas, tendo em vista a necessidade de profissionais preparados para atuar na resolução dos problemas atuais e em conformidade com os avanços científicos e tecnológicos. Para tanto, as Diretrizes Curriculares Nacionais vêm propondo a utilização de metodologias de ensino-aprendizagem ativas. Objetivo: compreender as possibilidades de aprendizagem dos estudantes dos Cursos de Enfermagem e Medicina das duas primeiras séries, a partir da inserção na prática profissional. Método: a pesquisa será desenvolvida na Faculdade de Medicina de Marília, nas Unidades Práticas Profissionais, em duas etapas: na primeira, será desenvolvida uma Pesquisa-Ação, fundamentada na Teoria das Representações Sociais, por meio do acompanhamento de dois grupos de 12 estudantes, no período de um ano. Os dados serão obtidos a partir de anotações em diário de campo e registros de seus portfólios. Além disso, serão realizadas entrevistas com os 24 estudantes, 10 docentes e 08 facilitadores de Educação Permanente. Os dados serão interpretados pela Análise de Conteúdo, modalidade temática. Na segunda etapa, será elaborado um instrumento quantitativo (questionário), a partir das variáveis mais frequentes das entrevistas, a ser aplicado à totalidade dos grupos de primeira e segunda séries (20 grupos com 12 estudantes cada um) e com os 40 docentes que acompanham as atividades dos grupos. Resultados esperados: fornecer subsídios para a formação em saúde e fortalecer as práticas profissionais como disparadoras do processo ensino-aprendizagem, dos estudantes de medicina e de enfermagem, conforme preconizado pelas Diretrizes Curriculares Nacionais. (AU)