Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise do papel de caspase-8 no inflamassoma

Processo: 18/03318-5
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 28 de maio de 2018
Vigência (Término): 23 de novembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Celular
Pesquisador responsável:Dario Simões Zamboni
Beneficiário:Gustavo Fernando da Silva Quirino
Supervisor no Exterior: Russell Vance
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of California, Berkeley (UC Berkeley), Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:15/10378-6 - O papel dos inflamassomas no controle e na patogênese da leishmaniose causada por Leishmania amazonensis e sua relação com a gravidade da doença em hospedeiros com fundo genético susceptível ou resistente, BP.DR
Assunto(s):Leishmania   Camundongos   Microscopia   Inflamassomos

Resumo

O sistema immune inato é composto por diversas células que expressam moléculas com função de reconhecer o dano e responder adequadamente a esse estímulo. Estas moléculas podem rapidamente induzirem respostas inflamatórias através da produção de citocinas, quimiocinas e liberação de sinais de perigo presentes no citoplasma. Neste contexto, a morte celular tem sido explorada recentemente como um mecanismo efetor que opera durante a infecção por patógenos intracelulares. Nosso grupo demonstrou que as moléculas NLRP3, ASC e caspase-1 estão envolvidas no controle da infecção por Leishmania amazonensis, através de um mecanismo que envolve a liberação de IL-1b e a sinalização via IL-1R. Dados preliminares obtidos pelo nosso grupo sugerem que caspase-8 também pode desempenhar um papel importante no controle da infecção por este protozoário. Sendo assim, nos questionamos se caspase-8 controla a replicação de Leishmania através da indução de citocinas pró-inflamatórias ou através da ativação do inflamassoma e morte celular. Neste sentido, este projeto visa solicitar um período de bolsa no exterior para que o aluno de doutorado ganhe conhecimento metodológico e científico na função biológica de caspase-8. O estágio será realizado em laboratório de ponta, contendo as mais novas tecnologias para o estudo da função desta enzima e suas vias relacionadas. Especificamente, focaremos no estudo da função de caspase-8 durante a ativação do inflamassoma e sua cooperação com caspase-1, caspase-11, caspase-7 e gasdermina-D neste contexto. Para isso, utilizaremos animais geneticamente deficientes para obter células e tecidos para estudos em microscopia de células vivas. Neste sentido, o aluno será treinado para realizar acasalemento, genotipagem e manutenção das linhagens de camundongos geradas pela tecnologia de CRISPR-Cas9. Além disso, o aluno também receberá treinamento na aquisição e geração de dados em microscopia de alta resolução em células vivas, avaliando os mecanismos efetores pelos quais caspase-8 controla a infecção por Leishmania amazonensis. Por fim, a realização deste estágio BEPE permitirá o treinamento do aluno de doutorado em um centro de excelência em pesquisa, permitindo aplicar novas técnicas e ferramentas em seu laboratório no Brasil.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.