Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de novas ferramentas para o estudo da relação entre as expressões de PTEN e Klotho por meio de técnicas de biologia molecular

Processo: 17/25279-9
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 01 de abril de 2018
Vigência (Término): 01 de agosto de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia
Pesquisador responsável:Elisa Mitiko Kawamoto Iwashe
Beneficiário:Natalia Prudente de Mello
Supervisor no Exterior: Daniel Charles Berwick
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Open University, Inglaterra  
Vinculado à bolsa:15/25491-2 - Avaliação dos efeitos da proteína Klotho sobre as alterações morfológicas neuronais características da deleção da proteína PTEN, BP.MS
Assunto(s):Neurociências   Sistema nervoso central   RNA interferente pequeno   Proteína Klotho   PTEN fosfo-hidrolase

Resumo

PTEN, a qual é essencial para o desenvolvimento embrionário, é uma proteína capaz de controlar crescimento e proliferação celular por meio da sua ação na via da PI3K/AKT. Tendo em vista suas ações no desenvolvimento do Sistema Nervoso Central (SNC), a deleção da PTEN tem sido associada com algumas desordens neurológicas. Klotho, por sua vez, é uma proteína associada com longevidade que tem recebido cada vez mais atenção desde a sua descoberta em 1997. Klotho tem demonstrado regular negativamente a via da PI3K/AKT, como também apresentar potencial terapêutico para melhorar função cognitiva. Dados obtidos recentemente com o desenvolvimento do projeto de mestrado (FAPESP Nº 2015/25491-2) indicaram a redução de ambas as proteínas na ausência uma da outra. Tais dados fortalecem a hipótese de usar a Klotho como tratamento para reverter as alterações morfológicas neuronais características da deleção da PTEN. Assim, usando técnicas de biologia molecular, como CRISPr e siRNA a fim de modificar geneticamente a linhagem precursora neuronal humana Ren cell VM, o objetivo desse estudo é desenvolver técnicas para analisar os mecanismos moleculares envolvidos nessa relação, além de replicar os resultados observados em camundongos em um sistema humano. Visto que não há informação suficiente na literatura para compreender como cada proteína pode estar afetando a expressão da outra ou como a Klotho pode modular a função neuronal, antecipamos que os dados produzidos podem trazer novas e importantes informações. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.