Busca avançada
Ano de início
Entree

Modulação da atividade oscilatória cortical durante julgamentos de causalidade

Processo: 17/26235-5
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 01 de abril de 2018
Vigência (Término): 15 de setembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Psicologia Cognitiva
Pesquisador responsável:André Mascioli Cravo
Beneficiário:Esaú Sirius Ventura Pupo
Supervisor no Exterior: Simon Hanslmayr
Instituição-sede: Centro de Matemática, Computação e Cognição (CMCC). Universidade Federal do ABC (UFABC). Ministério da Educação (Brasil). Santo André , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Birmingham, Inglaterra  
Vinculado à bolsa:16/20042-8 - Percepção discreta: evidências experimentais e correlatos neurais, BP.MS
Assunto(s):Neurociências   Neurociência cognitiva   Cognição   Percepção de tempo   Eletroencefalografia

Resumo

Embora tenhamos a sensação de processar a informação de maneira contínua, há teoriasque se opõe a esta continuidade em favor de um processo discreto composto por pequenos intervalos temporais. Entre outros resultados, a sensação de causalidade no launching effect pode ser explicada pelos eventos de parada e inicio de movimentação de dois discos ocorrendo em janelas temporais adjacentes ou concomitantes, em oposição a eventos perceptualmente não-causais em que os eventos acontecem muito longe no tempo. Oscilações neurais foram apontadas na literatura como um possível mecanismo para o processamento temporal discreto. Estudos recentes mostraram que a fase das oscilações de alfa podem prever os julgamentos de causalidade de voluntários no launching effect. Entretanto, este resultado é de natureza correlacional. Para validar o papel causal das oscilações alfa neste processo sugerimos (1) a replicação dos resultados citados, (2) a modulação da atividade oscilatória durante a realização da tarefa em frequências acima e abaixo de alfa, e (3) a análise do comportamento e da atividade cortical nas diferentes condições. Para atingir estes objetivos, o experimento clássico do launching effect de Michotte será realizado com leitura concomitante de eletroencefalograma (EEG) e estimulação transcraniana de corrente alternada (tACS). Os resultados devem fornecer evidências de que a atividade oscilatória de alfa tem um papel causal nos julgamentos de causalidade visuais. (AU)