Busca avançada
Ano de início
Entree

Métodos de análise de imagens não destrutivos para avaliação da qualidade de sementes

Processo: 18/01774-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Apoio a Jovens Pesquisadores
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2018
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Pesquisador responsável:Clíssia Barboza da Silva
Beneficiário:Clíssia Barboza da Silva
Instituição-sede: Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/15220-7 - Métodos de análise de imagens não destrutivos para avaliação da qualidade de sementes, AP.JP
Assunto(s):Sementes   Qualidade dos alimentos   Análise de alimentos   Ressonância magnética   Tomate   Cenoura   Amendoim

Resumo

A crescente demanda por sementes no Brasil, em especial para as culturas de importância econômica, leva à necessidade de constante aperfeiçoamento nos parâmetros para avaliação da qualidade deste insumo, com o propósito de maximização da produção e, consequentemente, da competitividade do setor agrícola no cenário econômico nacional e internacional. Sendo assim, a avaliação da qualidade de sementes por meio de técnicas de análise de imagens não destrutivas é de grande interesse, pois podem ser obtidas informações objetivas, em período de tempo relativamente curto, com menor interferência humana e com grande potencial de portabilidade. Em continuidade ao projeto temático "Análise de Imagens na Pesquisa em Tecnologia de Sementes", financiado pela FAPESP (processo nº 06/57900-0), o presente projeto tem como objetivo dar prosseguimento aos estudos sobre métodos não destrutivos para avaliação da qualidade de sementes, a partir do aperfeiçoamento de recentes técnicas de análise de imagens de raios X e de Ressonância Magnética, bem como a introdução e o estabelecimento no país, das técnicas de análise de imagens multiespectrais e de fluorescência de clorofila. Espera-se com este projeto encontrar padrões de imagens ópticas por meio de técnicas modernas que permitam a caracterização de alterações nos padrões de qualidade de sementes de cenoura, tomate, pinhão-manso e amendoim, e dar continuidade aos trabalhos que o grupo de pesquisadores envolvidos vêm realizando nos últimos anos, permitindo o fortalecimento e ampliação de abordagens inovadoras, com a inclusão de novas linhas de pesquisa em proposta interinstitucional, de âmbito internacional. (AU)