Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito de diferentes dentifrícios na prevenção da erosão de restaurações de resina composta e de cimentos de ionômero de vidro em esmalte e dentina

Processo: 17/23360-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2018
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Materiais Odontológicos
Pesquisador responsável:Ticiane Cestari Fagundes
Beneficiário:Renata Parpinelli de Oliveira
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araçatuba. Araçatuba , SP, Brasil
Assunto(s):Dentística   Abrasão dentária   Erosão dentária   Restauração dentária   Resinas compostas   Cimentos de ionômeros de vidro

Resumo

O objetivo desse estudo será avaliar a estabilidade de diferentes materiais restauradores e os substratos dentários adjacentes frente a um desafio erosivo/abrasivo, com diferentes dentifrícios. Serão utilizados 30 fragmentos de dentina e 30 de esmalte obtidos a partir de incisivos bovinos que serão cortados e polidos (4x4 mm). Metade dos espécimes será restaurada com cimento de ionômero de vidro modificado por resina e a outra metade com resina composta. Após as restaurações, uma hemiface de cada amostra será recoberta com verniz ácido-resistente. Esses dois grupos serão subdivididos em três grupos de acordo com o dentifrício que será utilizado (n=10): dentifrício sem flúor (controle negativo), dentifrício com fluoreto de sódio (NaF - controle positivo) e dentifrício com fluoreto de estanho (SnF2). Por fim, esses grupos serão submetidos a um desafio erosivo/abrasivo, com imersão dos espécimes no slurry dos dentifrícios por 2 minutos, incluindo 15 segundos de escovação simulada. Os desafios de erosão serão realizados 4x/dia por 2 minutos, com intervalos de 1 hora, durante 5 dias. O tratamento com os dentifrícios será realizado 2x/dia, antes e após o início do ciclo erosivo. Ao final, o verniz ácido resistente será removido da superfície de cada amostra e elas serão analisadas quanto à perda de esmalte, dentina e material restaurador, por análise de perfilometria, e quanto à microdureza superficial do material restaurador. Os dados obtidos serão analisados quanto à normalidade e homogeneidade, em caso de distribuição normal, serão submetidos à análise de variância (ANOVA) a dois critérios e teste de Tukey para múltiplas comparações, para os dados de desgaste. Os dados de microdureza superficial serão analisados com análise de variância de três vias (ANOVA) e teste de Tukey para comparações múltiplas. O nível de significância será de 5% (AU)