Busca avançada
Ano de início
Entree

Investigação da proteína TDP-43 como neuromarcador do transtorno bipolar

Processo: 17/07089-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2018
Vigência (Término): 27 de outubro de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Psiquiatria
Pesquisador responsável:Beny Lafer
Beneficiário:Camila Nascimento Mantelli
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):18/11963-8 - "single-cell sequencing" para estudo de modificações epigenéticas em indivíduos com histórico de abuso infantil que cometeram suicídio, BE.EP.PD
Assunto(s):Bioquímica   Transtorno bipolar

Resumo

O transtorno bipolar (TB) é uma doença crônica e incapacitante que afeta cerca de 1% a 2,4% da população mundial. Caracteriza-se pela recorrência de episódios de mania e depressão, e essa alternância de estados afetivos traz prejuízos funcionais, aumento na mortalidade precoce e declínio da qualidade de vida. Essa piora funcional também está associada ao impacto dos episódios de alteração de humor no funcionamento cerebral. Déficits cognitivos também tem sido verificados, em especial em estágios mais avançados da doença. Essa natureza neuroprogressiva do TB, incluindo essencialmente alterações psiquiátricas nos estágios inicias da doença, e podendo culminar em declínios cognitivos em etapas mais avançadas, apresenta similaridades com a demência frontotemporal (DFT). A semelhança entre TB e DFT clínica levanta a questão de se vias biológicas também poderiam ser compartilhadas entre as doenças. A proteína TDP-43 (transactive response DNA-binding 43 protein) é o principal marcador neuropatológico da DFT. Além disso, a natureza neuroprogressiva do TB ao longo dos múltiplos episódios de humor, causa alterações cerebrais que levam ao estresse celular, incluindo o estresse oxidativo e estudos recentes demonstraram que a TDP-43 participa desse processo em células neurais. Dentro desse contexto, pretendemos estudar se a TDP-43 poderia ser um neuromarcador central do TB, algo que nunca foi investigado anteriormente. Para isso, avaliaremos alterações neuropatológicas de TDP-43, bem como os níveis da proteína em cérebros post-mortem de portadores de TB. As amostras serão provenientes do banco de encéfalos do grupo de estudo em envelhecimento cerebral (BEHGEEC). O diagnóstico de TB será realizado de acordo com o Diagnostic and Statistical Manual IV (DSM-IV), através de uma entrevista conduzida com um informante capaz de prestar informações consistentes sobre o falecido. Para análise das alterações neuropatológicas de TDP-43, será realizada imunohistoquímica. Os níveis de TDP-43 serão avaliados pelo método ELISA-SANDWICH. Uma vez que verificarmos diferenças entre os grupos TB e controle, pretendemos selecionar vias associadas a função de TDP-43 em TB através da análise do transcriptoma. Para isso, utilizaremos o microarray de RNA SurePrint G3 Human Gene Expression Microarrays (Agilent Technologies Santa Clara, CA, United States), que contém os transcritos mais recentemente anotados.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
NASCIMENTO, CAMILA; NUNES, PAULA VILLELA; RODRIGUEZ, ROBERTA DIEHL; TAKADA, LEONEL; SUEMOTO, CLAUDIA KIMIE; GRINBERG, LEA TENENHOLZ; NITRINI, RICARDO; LAFER, BENY. A review on shared clinical and molecular mechanisms between bipolar disorder and frontotemporal dementia. PROGRESS IN NEURO-PSYCHOPHARMACOLOGY & BIOLOGICAL PSYCHIATRY, v. 93, p. 269-283, JUL 13 2019. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.