Busca avançada
Ano de início
Entree

Nanofibras híbridas com estruturas núcleo-casca e Janus obtidas por fiação por sopro em solução

Processo: 17/18725-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2018
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física da Matéria Condensada
Pesquisador responsável:Osvaldo Novais de Oliveira Junior
Beneficiário:Rafaella Takehara Paschoalin
Instituição-sede: Instituto de Física de São Carlos (IFSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/14262-7 - Filmes nanoestruturados de materiais de interesse biológico, AP.TEM
Assunto(s):Engenharia tecidual

Resumo

A engenharia de tecidos é hoje essencial para aplicações em medicina, tais como os implantes de dispositivos biomédicos, órgãos artificiais, cicatrização e regeneração de pele. O sucesso dessas aplicações depende do desenvolvimento de biomateriais, acompanhado do estudo da interação biomaterial/células. Este projeto visa ao desenvolvimento de nanofibras híbridas núcleo-casca (core-shell) e Janus condutoras, que possam ser usadas em regeneração de tecidos. As nanofibras serão produzidas com a técnica de fiação por sopro em solução (SB-Spinning) e compostas por material orgânico-inorgânico. Na estrutura núcleo-casca, a casca das nanofibras será constituída por um polímero sintético ou natural e nanopartículas de ouro (AuNPs) serão usadas na formação do núcleo. Na estrutura Janus, as nanofibras serão constituídas por duas faces, uma polimérica e a outra contendo AuNPs. As condições de processamento das nanofibras serão otimizadas para que suas propriedades elétricas, mecânicas e morfológicas sejam adequadas para melhorar a adesão, espalhamento e proliferação celular. O maior desafio será uma distribuição homogênea das AuNPs no núcleo das nanofibras núcleo-casca e evitar a formação de agregados em uma das faces das nanofibras Janus. As nanofibras devem servir de suporte para crescimento celular, inclusive com estímulo elétrico como fator coadjuvante para acelerar processos de proliferação celular, essencial para cicatrização.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.