Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da expressão e distribuição da proteína Nhlh2 no hipotálamo de animais submetidos à dieta hiperlipídica

Processo: 16/00977-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2018
Vigência (Término): 31 de maio de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Anatomia Patológica e Patologia Clínica
Pesquisador responsável:Licio Augusto Velloso
Beneficiário:Rodrigo Scarpari Carraro
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/07607-8 - CMPO - Centro Multidisciplinar de Pesquisa em Obesidade e Doenças Associadas, AP.CEPID
Assunto(s):Hipotálamo   Inflamação   Obesidade   POMC

Resumo

Em diversos modelos experimentais de obesidade observa-se progressiva perda da capacidade do hipotálamo de manter a homeostase energética do organismo. Isto se deve ao fato que neurônios dos núcleos do hipotálamo médio-basal - importantes no controle da fome e gasto energético - desenvolvem resistência aos principais fatores controladores da fome e da termogênese, sendo a leptina o mais importante destes. Estudos realizados nos últimos dez anos elucidaram alguns dos mecanismos responsáveis pela indução de resistência à leptina no hipotálamo durante a obesidade. Ácidos graxos saturados de cadeia longa presentes na dieta induzem uma resposta inflamatória muito precoce no hipotálamo, ao ativarem receptores TLR4 e induzirem a inflamação e o estresse de retículo endoplasmático. Um destes grupos neuronais hipotalâmicos produzem proopiomelanocortina (POMC), que é clivado para dar origem ao hormônio estimulador de melanócitos ± (±-MSH), pela proteína convertase 1 (PC1/3). Sabe-se ainda que a Nhlh2 controla a expressão de mRNA do gene PC1/3, pois ao se heterodimerizar com a Stat3 transcreve mais proteínas convertases e, por conseguinte, controla o nível de todos os neuropeptídios ativos produzidos a partir do POMC. Animais knockout para a proteína Nhlh2 apresentam um fenótipo obeso, o que destaca a sua potencial participação na gênese da obesidade. Neste projeto de doutorado avaliaremos a expressão e distribuição da proteína Nhlh2 correlacionando-a com o processo inflamatório em hipotálamo de animais submetidos à dieta hiperlipídica. Avaliaremos ainda se modificações em seu padrão de expressão podem modular os níveis hipotalâmicos de POMC e seus subprodutos. A identificação mecanismos precoces que contribuem para o desenvolvimento da disfunção hipotalâmica na obesidade poderá contribuir para que se desenvolvam abordagens preventivas mais eficientes para esta doença.

Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre a bolsa::
Un equilibrio delicado 
Equilíbrio delicado 
Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CARRARO, RODRIGO S.; NOGUEIRA, GUILHERME A.; SIDARTA-OLIVEIRA, DAVI; GASPAR, RODRIGO S.; DRAGANO, NATHALIA R.; MORARI, JOSEANE; BOBBO, VANESSA C. D.; ARAUJO, ELIANA P.; MENDES, NATALIA F.; ZANESCO, ARIANE M.; et al. Arcuate Nucleus Overexpression of NHLH2 Reduces Body Mass and Attenuates Obesity-Associated Anxiety/ Depression-like Behavior. JOURNAL OF NEUROSCIENCE, v. 41, n. 48, p. 10004-10022, . (16/00977-2)
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
CARRARO, Rodrigo Scarpari. A proteína Nhlh2 hipotalâmica conecta o fenótipo obeso com alterações comportamentais. 2021. Tese de Doutorado - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Faculdade de Ciências Médicas Campinas, SP.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.