Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação quali quantitativamente do digerido produzido em uma usina móvel de biometano

Processo: 16/26183-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2018
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2020
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Ednilson Viana
Beneficiário:Fernanda de Marco de Souza
Instituição-sede: Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Biometano   Digestão anaeróbia   Compostagem   Reciclagem   Resíduos sólidos   Resíduos orgânicos

Resumo

Os resíduos orgânicos gerados nos domicílios representam uma grande quantidade de matéria prima para produção de metano, pelo processo de digestão anaeróbia. O potencial de produção de metano no Brasil é muito grande e sistemas de digestão anaeróbia para os resíduos domiciliares têm um papel fundamental para a sustentabilidade na gestão de resíduos sólidos. O processo de digestão anaeróbia, por sua vez, gera ainda como produto final o digerido, que pode ser utilizado de diversas formas. A usina móvel de biometano, que está sendo projetada na EACH tem esta finalidade e o estudo quali quantitativo deste digerido é de grande importância para a implementação deste tipo de sistema. Desta forma, o projeto tem como objetivo fazer esta avaliação através de parâmetros como pH, teor de umidade, teor de carbono/nitrogênio, sólidos totais fixos, sólidos voláteis, análise de macronutrientes e existência impurezas inertes. Espera-se alcançar resultados que confirmem a qualidade do digerido proveniente da digestão anaeróbica realizada em um contêiner e apontar para diversos usos no espaço urbano. Uma avaliação da compostagem destes resíduos pode ser necessária e poderá ser realizada no espaço do Centro de Valorização de Resíduos Orgânicos da EACH. (AU)