Busca avançada
Ano de início
Entree

Um modelo de percurso evolutivo para linguagem

Processo: 17/24709-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2018
Vigência (Término): 31 de março de 2019
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Linguística
Pesquisador responsável:Thiago Oliveira da Motta Sampaio
Beneficiário:Niasche Moraes de Aquino Silva
Instituição-sede: Instituto de Estudos da Linguagem (IEL). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Assunto(s):Epistemologia   Linguagem   Aquisição da linguagem   Desenvolvimento da linguagem   Evolução humana   Inteligência artificial

Resumo

Desde a publicação de The Descent of Man and Selection in Relation to Sex (Darwin, 1872), em que Darwin abordou a evolução humana, o surgimento da linguagem é uma das grandes questões. O presente projeto - confrontando este problema - consiste na formulação de um modelo do percurso evolutivo, formalizando as relações entre as diferentes unidades e operações cognitivas - desde seu surgimento - que compõem a capacidade dos Homo sapiens. O modelo proposto se constitui como representação logicamente válida e coerente da evolução da linguagem, ao aplicar a Epistemologia Evolutiva Aplicada EEA (Gontier, 2017), que é uma metodologia científica e filosófica usada para conduzir pesquisas em evolução, a qual oferece uma forma de definir as unidades (elementos que evoluem), níveis (em qual nível/lugar os mecanismos evolutivos operam) e os mecanismos (meios através do qual a evolução ocorre) envolvidos, no caso, na evolução da linguagem. Assim, evita-se que este seja somente uma abstração mental, garantido seu poder explicativo. Após a formulação do modelo, este será comparado com os dados arqueológicos, da neurociência, pidgins e crioulos, aquisição da linguagem, ciência cognitiva e etc. para avaliar se as unidades, níveis e mecanismos definidos se sustentam. A pesquisa situa-se num campo novo, a Biolinguística , e para além das interfaces imediatas que o campo propõe (e.g. entre evolução e linguística) e dos conceitos que sustentam o modelo (e.g. merge, operação cognitiva básica responsável pela estrutura hierárquica da linguagem), diversas áreas têm interesse em tal modelo. Uma dessas áreas é a Inteligência Artificial , deste modo, espera-se que o modelo teórico a ser desenvolvido seja também útil e aplicável em áreas afins. (AU)