Busca avançada
Ano de início
Entree

Localização mitocondrial de componentes do complexo MRN em células de mamíferos

Processo: 18/04471-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2018
Vigência (Término): 31 de março de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Nadja Cristhina de Souza Pinto
Beneficiário:Laís Yoshie Morikawa Muta
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/04372-0 - DNA mitocondrial: mecanismos de manutenção de sua estabilidade e impacto em doenças, AP.TEM
Assunto(s):Reparo do DNA   Mitocôndrias

Resumo

Embora o mecanismo molecular que causa a formação e acúmulo de deleções no mtDNA não seja conhecido, foi proposto que deleções somáticas resultam de eventos de reparo incompletos ou não resolvidos, principalmente de reparo de que quebra de fita dupla. Deleções no mtDNA estão relacionadas a doenças mitocondriais como a síndrome de Kearns-Sayre, e a doenças complexas como neurodegeneração e câncer. Os mecanismos moleculares de reparo de quebra de dupla fita e de acúmulo de lesões no mtDNA não estão claramente esclarecidos como os que ocorrem no DNA nuclear. Sabe-se que no núcleo as quebras de fitas dupla são reparadas por duas vias: a via de recombinação de ligação de pontas não homólogas; e a via de recombinação homóloga (HR). A via HR necessita de um complexo proteico para sua atuação, o complexo MRN, formado pelas subunidades Mre11, Rad50 e Nbs1. Recentemente foi demonstrada a presença da subunidade Mre11 em mitocôndrias de rim murino, levantando a possibilidade da atuação do complexo MRN de forma análoga ou semelhante à feita no núcleo. Para investigar tal possibilidade, será verificada (i) a presença do componente Nbs1 em mitocôndrias de linhagens humanas HEK293T e HeLa por ensaios de imunofluorescência e western blot, e (ii) se a expressão e a localização mitocondrial de Nsb1 é alterada pelo tratamento com o peróxido de hidrogênio, um agente que causa quebras de fita dupla no DNA.