Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos de diferentes formulações probióticas contendo Lactobacillus paracasei 28.4 sobre a atividade antibacteriana, produção de polissacarídeos e formação de biofilmes por Streptococcus mutans

Processo: 17/15529-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2018
Vigência (Término): 31 de agosto de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Juliana Campos Junqueira
Beneficiário:Janaina Araújo de Alvarenga
Instituição-sede: Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José dos Campos. São José dos Campos , SP, Brasil
Assunto(s):Probióticos   Microbiologia oral   Lactobacillus paracasei   Biofilmes   Expressão gênica   Streptococcus mutans   Polissacarídeos

Resumo

O uso de probióticos como método de prevenção para a cárie dentária tem sido amplamente investigado com resultados promissores. Portanto, torna-se necessário o desenvolvimento de formulações, para aplicação na cavidade bucal, que contenham cepas probióticas com atividade contra Streptococcus mutans. Assim, o objetivo desse projeto será avaliar os efeitos antimicrobianos de 3 formulações probióticas de Lactobacillus paracasei 28.4, que estão sendo desenvolvidas pelo nosso grupo de pesquisa, sobre a produção de polissacarídeos e formação de biofilmes de S. mutans. Inicialmente, as formulações serão testadas sobre 10 cepas clínicas de S. mutans, isoladas de pacientes com lesões de cárie ativa, em relação aos seus efeitos na capacidade de produção de polissacarídeos por meio do método sulfúrico-antrona. Posteriormente, 3 isolados de S. mutans, com menor produção de polissacarídeos pela aplicação da formulação probiótica, serão selecionados para o estudo em biofilmes. O efeito antimicrobiano das formulações probióticas será avaliado, de modo profilático e terapêutico, em biofilmes de S. mutans formados nos tempos de 1, 4 e 8 h em discos de hidroxiapatita revestidos de saliva artificial. Os biofilmes formados serão analisados por meio da quantificação da biomassa total pela absorbância do cristal violeta, contagem de células viáveis (Unidades Formadoras de Colônias/UFC) e microscopia eletrônica de varredura. A fim de elucidar os mecanismos de ação envolvidos nos efeitos das formulações probióticas sobre S. mutans, será realizada também a quantificação dos genes relacionados à produção das enzimas glicosiltransferases B, C e D, envolvidas na produção de glucanos que promovem aderência e acúmulo de S. mutans na superfície dentária. A quantificação da expressão gênica será feita por PCR real time. Os dados obtidos em cada teste serão submetidos a uma análise exploratória para a seleção do teste estatístico mais adequado para cada experimento. Em todos os testes será utilizado o programa GraphPad Prism 5.0, considerando-se nível de significância de 5%. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
ALVARENGA, Janaina Araújo de. Efeitos de formulações probióticas contendo Lactobacillus paracasei 28.4 sobre o crescimento, produção de polissacarídeos e formação de biofilmes de Streptococcus mutans. 2018. 57 f. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista "Julio de Mesquita Filho" Instituto de Ciência e Tecnologia (Campus de São José dos Campos)..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.