Busca avançada
Ano de início
Entree

Representações do envelhecimento homossexual na produção da Gerontologia: um estudo comparado entre Brasil, Estados Unidos e Inglaterra

Processo: 17/23665-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2018
Vigência (Término): 31 de agosto de 2021
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Sociologia - Outras Sociologias Específicas
Pesquisador responsável:Richard Miskolci Escudeiro
Beneficiário:João Paulo Ferreira da Silva
Instituição-sede: Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):19/10677-4 - (Bio)marcadores de envelhecimento na produção em gerontologia: entre a resposta global à epidemia de HIV/AIDS e a (re)patologização da homossexualidade, BE.EP.DR
Assunto(s):Sociologia da ciência   Geriatria   Envelhecimento   Sexualidade   Homossexualidade   Homossexualidade masculina

Resumo

A partir de fins dos anos 1960, as pesquisas em gerontologia passaram a lidar com temas relacionados à homossexualidade masculina. Em diferentes áreas do conhecimento, da biomedicina à psicologia social, espocaram marcadores "positivos" de velhice cujos significados apoiavam-se num discurso binário acerca da vida, das relações sociais e de si, recrudescendo representações heteronormativas tocantes à ideia de futuridade, sobretudo pela ênfase à monogamia, casamento, reprodução e família nuclear. Entretanto, do final dos anos 1960 até o presente, quais foram os marcadores de velhice produzidos? Sob quais inteligibilidades e representações científicas a perspectiva de envelhecimento homossexual masculino foi cristalizada? Como se deu, genealogicamente, a entrada e disseminação da gerontologia nestes três países? Embora falando de contextos diversos, nossa hipótese sociológica é de que as produções gerontológicas nos três países constituíram-se a partir de saberes comuns, convergindo representações de velhice alicerçadas nas ciências biomédicas. Deste modo, o objetivo geral desta pesquisa consiste em analisar criticamente e historicamente as representações de envelhecimento homossexual provenientes da gerontologia a partir das literaturas norte-americana, inglesa e brasileira de fins de 1960 até o presente. Para tanto, nos basearemos no método de revisão sistemática de literatura, coletando artigos e teses em bases de dados nacionais e internacionais de indexação, bem como entrevistas semi-estruturadas com pesquisadores/as nos três contextos. Como objetivos específicos: (a) mapear e interpretar constrastivamente os marcadores de velhice, entrevendo um diálogo permanente com a produção acadêmica dentro do recorte temporal estabelecido, (b) situar a produção acadêmica geograficamente, retraçando as linhagens e assimilações teóricas em diferentes momentos, os lugares dos quais emergiram as literaturas, as respectivas instituições, áreas/subáreas do conhecimento e núcleos de pesquisa; por fim, (c) articular a reflexão acerca da produção científica às questões sociais e políticas mais amplas, a saber: à problemática da proliferação dos modelos segmentados nas mídias comerciais, dos movimentos de liberação e visibilidade homossexual, além das conquistas por direitos e reconhecimento social nas últimas décadas bem como em relação à epidemia de AIDS.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FERREIRA, JOAO PAULO; MISKOLCI, RICHARD. Homosexuality and biomarkers of aging in the production of gerontological knowledge by American, British, and Brazilian authors. Cadernos de Saúde Pública, v. 36, n. 3 2020. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.