Busca avançada
Ano de início
Entree

Investigação da relação entre achados clínicos e histopatológicos em pacientes com Displasia Neuronal Intestinal tipo B

Processo: 17/21091-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2018
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Pesquisador responsável:Pedro Luiz Toledo de Arruda Lourencao
Beneficiário:Isabelle Stefan de Faria Oliveira
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Histopatologia   Cirurgia pediátrica   Constipação intestinal   Ressecção intestinal   Crianças

Resumo

A Displasia Neuronal Intestinal do tipo B (DNI-B) é uma entidade patológica, do grupo das doenças neuromusculares gastrointestinais. Este diagnóstico é realizado a partir da análise histopatológica das biópsias de reto de pacientes que apresentam constipação intestinal, habitualmente refratária a tratamento clínico, demonstrando sinais de hiperplasia dos plexos nervosos da submucosa. A indefinição sobre a relação causal entre os achados histológicos e os sintomas clínicos vem sendo apontada como o principal ponto a ser elucidado. Por tudo isso, nós decidimos investigar a correlação entre os achados histopatológicos, identificados em pacientes com DNI-B, e os sintomas clínicos presentes no momento do diagnóstico e após seguimento clínico de longo prazo. Assim, elaboramos estudo de centro único, retrospectivo, analítico e de correlação. Serão incluídos 29 pacientes, com idade entre 0 e 15 anos, que tiveram diagnóstico de DNI-B estabelecido por meio de análise histopatológica de biópsias do reto, e que haviam sido, posteriormente, submetidos a tratamento cirúrgico, por meio de ressecções extensas do cólon e do reto. Serão analisadas informações dos prontuários médicos para obtenção de dados clínicos relacionados aos sintomas apresentados antes e após tratamento (tempo mínimo de 5 anos). Estas informações incluem dados relacionados ao resultado funcional do hábito intestinal e à qualidade de vida e os resultados da aplicação de índices para mensuração dos resultados do tratamento instituído. Serão recuperadas informações da análise histopatológica pormenorizada das peças cirúrgicas destes pacientes, incluindo análise descritiva e morfométrica quantitativa dos plexos nervosos da submucosa. Será realizada análise de correlação entre as principais variáveis clínicas e as variáveis histopatológicas identificadas. (AU)