Busca avançada
Ano de início
Entree

Consumo de snacks e estado nutricional em adolescentes e adultos jovens residentes do município de São Paulo

Processo: 17/23115-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2018
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição - Análise Nutricional de População
Pesquisador responsável:Regina Mara Fisberg
Beneficiário:Tatiane dos Santos Lopes
Instituição-sede: Faculdade de Saúde Pública (FSP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Consumo de alimentos   Hábitos alimentares   Estado nutricional   Valor nutritivo   Snacks   Coleta de dados   Adultos   Jovens   São Paulo

Resumo

O termo snacks é designado aos alimentos e bebidas com alto teor de energia e baixo valor nutricional, consumidos fora do horário das refeições formais (café da manhã, almoço e jantar), ingeridos em um período de quinze minutos ou menos. Há uma tendência mundial crescente no consumo desse tipo de alimento. No Brasil, o consumo é relatado por 74% dos brasileiros com idade igual ou maior que 10 anos. Alguns estudos mostram associação entre o consumo de snacks e excesso de peso, já outros não encontraram essa relação. Sendo assim, o objetivo deste estudo é avaliar o estado nutricional e consumo de snacks em adolescentes e adultos jovens residentes do município de São Paulo. Serão utilizados dados do ''Inquérito de Saúde de São Paulo - ISA Capital - 2015''. A amostra do presente trabalho será composta por 700 indivíduos (475 adolescentes com idade entre 12 e 18 anos e 225 adultos jovens com idade entre 19 e 29 anos). Os indivíduos responderam a um questionário estruturado aplicado por entrevistadores previamente treinados durante a primeira visita domiciliar. A atividade física foi mensurada pelo IPAC e a ingestão de bebida alcoólica pelo AUDIT. Além disso, foram coletados dois recordatórios alimentares de 24 horas (R24h). Os dados provenientes dos R24h foram digitados no programa Nutrition Data System for Research (NDSR) versão 2014. Os alimentos considerados snacks serão agrupados conforme os hábitos alimentares da população paulistana e dados da literatura. Para análise dos dados serão utilizados a plataforma online Multiple Source Method (MSM) e o software STATA versão 13 (modo survey), no qual será realizado cálculo de prevalência, frequência e consumo médio de snacks e aplicado modelo de regressão logística (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.