Busca avançada
Ano de início
Entree

Controle da ingestão alimentar mediado pelo exercício físico

Processo: 17/11760-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2018
Vigência (Término): 31 de março de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição
Pesquisador responsável:Fábio Santos de Lira
Beneficiário:João Vitor Neves Santana de Oliveira
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Assunto(s):Metabolismo energético   Balanço de energia   Ingestão de alimentos   Regulação do apetite   Apetite   Exercício físico   Força muscular

Resumo

A ingestão energética cronicamente excessiva, em comparação ao gasto energético, leva ao aumento do tecido adiposo e ao risco aumentado de mortalidade, dessa forma, estratégias nutricionais, bem como, diferentes programas de exercícios físicos podem ser utilizados na tentativa de suprimir o apetite e assim, favorecer a manutenção do balanço energético. Entretanto, não está claro os efeitos do treinamento de força muscular no controle alimentar. Assim, este estudo terá como objetivo verificar a supressão do apetite e a ingestão energética total após um protocolo agudo de treinamento de força. Serão selecionados 20 adultos jovens entre 18 e 35 anos, sendo 10 participantes para o grupo treinamento e 10 controle. O treinamento de força será realizado a 65% 1RM para todos os grupos musculares. Para avaliação da ingestão energética será aplicado o registro alimentar de 24 horas, sendo três dias antes do teste e no dia do teste. Para avaliação da supressão do apetite uma escala de fome será aplicada no dia do treinamento, nos momentos: jejum, imediatamente após café da manhã, antes do treinamento, imediatamente após o treinamento, 1 hora após o treinamento e 2 horas após o treinamento. As comparações entre os tipos de treinamento serão realizadas pela análise de variância de duas vias. (AU)