Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de cosméticos green-friendly com ação bactericida para aplicação antiacne

Processo: 18/06616-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE  
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2018
Vigência (Término): 31 de maio de 2018
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Pesquisador responsável:Clever Ricardo Chinaglia
Beneficiário:Clever Ricardo Chinaglia
Empresa:Vetra Pesquisa e Desenvolvimento de Produtos Cerâmicos de Alta Tecnologia Ltda
Vinculado ao auxílio:16/08458-4 - Desenvolvimento de cosméticos green-friendly com ação bactericida e cicatrizante para aplicação anti-acne, AP.PIPE
Assunto(s):Biomateriais   Biovidro   Produto ecologicamente correto   Produtos com ação antimicrobiana   Bactericidas   Cosméticos   Acne vulgar   Envelhecimento da pele

Resumo

Apesar dos grandes avanços obtidos pela indústria cosmética e farmacêutica nos últimos anos, os efeitos estéticos indesejáveis causados pela acne estão longe de serem solucionados. A prova disso é que o setor cresce continuamente, impulsionado principalmente por um novo perfil de consumidor. Embora exista uma grande quantidade de produtos cosméticos com ação antiacne disponíveis no mercado, há neste setor uma busca incessante por materiais capazes de combater as bactérias causadoras da acne e que sejam capazes de promover a cicatrização da pele sem que isso traga riscos ao meio ambiente ou ao consumidor final. Portanto, o uso de aditivos green-friendly se tornou um fator importante no processo de desenvolvimento de novas formulações cosméticas. Sabendo disso, a empresa VETRA, uma spin-off originada do CeRTEV (um dos projetos CEPID da FAPESP), quer apresentar diferentes soluções para o mercado, não somente médico, mas também odontológico, veterinário e cosmecêutico, por meio da disponibilização de um inovador vidro bioativo patenteado mundialmente, o F18. O biovidro F18 apresenta acentuado efeito bactericida quando em contato com meios aquosos, como sangue, saliva ou suor. Além disso, libera íons específicos que estimulam a regeneração da pele. Por ser um material composto por elementos químicos já presentes no corpo humano, não é tóxico e não apresenta riscos ao meio ambiente, assim como não gera alergias e nenhum efeito colateral. Estas propriedades são altamente desejáveis em cosméticos que visam à eliminação da acne e tornam este novo biomaterial um excelente candidato como aditivo a formulações cosméticas de alta performance. Assim sendo, este projeto pretende estudar a incorporação do biovidro F18 em formulações cosméticas, assim como avaliar sua eficácia preliminar no tratamento antiacne e cicatricial. Este é um projeto de grande relevância tecnológica. A partir dele, a VETRA conseguirá oferecer produtos cosméticos bioativos e inovadores, que visam a eliminação de bactérias e regeneração tecidual por meio de um aditivo de produção sustentável e ação antimicrobiana green-friendly. (AU)