Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do efeito benéfico de frações fenólicas, obtidas via fracionamento supercrítico, da casca de jabuticaba na obesidade e microbiota intestinal

Processo: 17/21003-9
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 18 de setembro de 2018
Vigência (Término): 02 de setembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição
Pesquisador responsável:Mário Roberto Maróstica Junior
Beneficiário:Helena Dias de Freitas Queiroz Barros
Supervisor no Exterior: Karsten Kristiansen
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Copenhagen, Dinamarca  
Vinculado à bolsa:17/04231-8 - Fracionamento supercrítico dos fenólicos presentes na casca da Jabuticaba (Plinia cauliflora) e avaliação da digestibilidade e biodisponibilidade, BP.DR
Assunto(s):Microbiota   Compostos fenólicos   Obesidade   Intestinos

Resumo

A dieta é considerada um fator importante para mudanças benéficas na microbiota intestinal do hospedeiro, protegendo a integridade da mucosa intestinal. A desregulação da microbiota está relacionada a muitas doenças, incluindo a obesidade. Os bioativos das frutas têm potencial para modular a microbiota ou o metabolismo microbiano, modulando assim as respostas do hospedeiro. A casca de jabuticaba tem propriedades funcionais promissoras devido à grande quantidade de compostos fenólicos. No entanto, até agora nenhum estudo foi capaz de determinar 1) qual (is) composto (s) específicos é (são) responsáveis por suas propriedades bioativas, 2) em que medida são metabolizados pelo microbiota intestinal e 3) em que medida tais metabólitos e compostos não metabolizados estão presentes na circulação. Além disso, os mecanismos moleculares associados às melhorias sistêmicas induzidas pelo uso de cascas jabuticaba ainda não foram estabelecidao. Este trabalho tem como objetivo fornecer informações sobre os pontos 1-3 e posteriormente com base no resultado da primeira linha em experimentos para investigar os possíveis efeitos das frações com diferentes composições fenólicas obtidas a partir do fracionamento supercritico da casca de jabuticaba ou selecionadas pela literatura publicada e análises de chemoinformatics no tratamento da obesidade, bem como a influência na microbiota intestinal de camundongos alimentados com uma dieta obesogênica e com obesidade. Camundongos C57BL/6 serão alimentados com uma dieta rica em gordura e receberão as frações selecionadas como tratamento. Para analisar o metabolismo da glicose, serão realizados testes de tolerância à glicose e insulina. A ingestão energética e o ganho de peso serão determinados semanalmente. A gordura corporal e a massa magra serão avaliadas usando MRI em intervalos regulares. Análise da microbiota intestinal será realizada para investigar a capacidade da fração fenólica em modular a composição da microbiota intestinal.