Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise de imagens por tensor de difusão do encéfalo de pacientes com lesão axonial difusa traumática moderada e severa

Processo: 18/03536-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2018
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Radiologia Médica
Pesquisador responsável:Celi Santos Andrade
Beneficiário:Grasiela Rocha Barros da Silva
Instituição-sede: Instituto de Radiologia (INRAD). Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:15/18136-1 - Análise longitudinal multimodal de imagens por tensor de difusão do encéfalo de pacientes com lesão axonial difusa traumática moderada a severa, AP.JP
Assunto(s):Ressonância magnética   Imagem de tensor de difusão   Substância branca   Traumatismos craniocerebrais

Resumo

A lesão axonial difusa (LAD) é um substrato patológico responsável por grande parte do dano à substância branca (SB) em pacientes com traumatismo cranioencefálico (TCE). Os pacientes que sobrevivem podem apresentar déficits funcionais e grande prejuízo na qualidade de vida. Diversas técnicas não convencionais de ressonância magnética (RM) têm sido utilizadas para avaliação de LAD, e por se tratar de uma lesão que acomete primordialmente a SB optamos por estudá-la evolutivamente através da imagem por tensor de difusão (DTI). Particularmente, o DTI pode fornecer informações qualitativas e quantitativas únicas sobre a microestrutura da SB e a conectividade cerebral, sendo também útil na monitorização evolutiva de doenças. Os parâmetros quantitativos derivados do DTI também podem ser correlacionados com dados clínicos e neuropsicológicos. O objetivo principal é avaliar longitudinalmente a integridade da SB com DTI e RM um grupo de 30 pacientes dom LAD decorrente de TCE moderado a severo nas fases ajuda (t¹ <3 meses), subaguda (6