Busca avançada
Ano de início
Entree

Experiências de envelhecimento em homens participantes de um projeto de universidade aberta à terceira idade

Processo: 18/00386-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2018
Vigência (Término): 30 de novembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Psicologia do Desenvolvimento Humano
Pesquisador responsável:Mariele Rodrigues Correa
Beneficiário:Roana de Jesus Braga
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Letras (FCL-ASSIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Assis. Assis , SP, Brasil
Assunto(s):Desenvolvimento humano   Envelhecimento da população   Homens   Experiências de vida   Produção de conhecimento   Universidades

Resumo

Nas últimas décadas, diversas pesquisas têm destacado o processo de envelhecimento da população. No Brasil, de acordo com o censo de 2012, o percentual de pessoas com mais de 60 anos representava em torno de 12,6%, com uma quantidade estimada em 24,85 milhões de brasileiros, com tendência a um crescimento cada vez maior. Tal cenário sinaliza para a necessidade de se produzir conhecimentos e práticas junto à população idosa que envolva as demandas e necessidades dos mais velhos, além de vislumbrar as vicissitudes do envelhecer, levando-se em conta, por exemplo, questões relacionadas ao gênero. Das várias iniciativas que foram sendo implementadas para idosos a partir de meados do século passado, destacam-se os projetos das universidades abertas à terceira idade, que se constituem em espaços de possibilidades de diferentes aprendizagens, socialização, intergeracionalidade e ressignificação da velhice. Dessa forma, o objetivo geral desse estudo é analisar quais sentidos os homens participantes do projeto "Universidade Aberta à Terceira Idade" (UNATI) da Universidade Estadual Paulista, campus de Assis, atribuem ao envelhecimento, visando compreender as transformações vividas nesse processo de envelhecer e as contribuições do referido projeto da UNATI em possíveis mudanças e ressignificações da velhice. Para tanto, nos valeremos de um roteiro de entrevista semiestruturada, abordando questões relacionadas ao perfil dos participantes da pesquisa, os sentidos atribuídos ao envelhecimento, aposentadoria, gênero e participação no programa da universidade junto a 10 homens inscritos na UNATI-Assis. Para análise das entrevistas, será utilizado o referencial da análise de conteúdo, tal como proposto por Bardin (2009). Assim, entendemos que tal ferramenta, ao ser utilizada para descrever o conteúdo expresso na fala, contribui para que se possa compreender as significações e produções de sentido existentes por trás das falas e das palavras. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)