Busca avançada
Ano de início
Entree

Oxidação do CO utilizando nanotubos de carbono promovidos com níquel

Processo: 18/03935-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2018
Situação:Interrompido
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Química - Operações Industriais e Equipamentos para Engenharia Química
Convênio/Acordo: BG E&P
Pesquisador responsável:Reinaldo Giudici
Beneficiário:Clara Whyte Ferreira
Instituição-sede: Escola Politécnica (EP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/50279-4 - Brasil Research Centre for Gas Innovation, AP.PCPE
Bolsa(s) vinculada(s):18/16815-7 - Caracterização de catalisador de rutênio/nanotubo de carbono, BE.EP.IC
Assunto(s):Reatores químicos   Catálise heterogênea   Nanotubos de carbono   Oxidação   Monóxido de carbono   Níquel

Resumo

A oxidação de CO é considerada uma das reações mais estudadas na catálise heterogênea. Embora diversos estudos tenham sido desenvolvidos neste tema, permanece incerto o impacto de algumas propriedades dos catalisadores, como a mobilidade de oxigênio, o número de sítios ativos e as facetas preferencialmente expostas, no desempenho destes materiais. Neste trabalho serão estudados catalisadores a base nanotubos de carbono, promovidos com Níquel, comparando com outros promotores e o suporte comercial de alumina, para a oxidação seletiva do CO, investigando como a mobilidade de oxigênio da estrutura dos óxidos afeta o desempenho catalítico e como o número de sítios ativos de Ni e a natureza das facetas expostas influenciam a oxidação de CO sobre nanoestruturas com morfologia superficial, forma, tamanho e composição química apresentados nos nanotubos de carbono. Os catalisadores a base de nanotubos de carbono com nanopartículas de Ni serão preparados pelo método de impregnação úmida do respectivo nitrato. Os desempenhos catalíticos serão relacionados com a mobilidade de oxigênio estrutural dos materiais. Os resultados para os catalisadores 5% Ni/MWNTC e Ni/Al2O3 serão comparados com relação à atividade dos mesmos, no intuito de observar quanto de metal existe na superfície adsorvida. Os catalisadores serão caracterizados por microscopia de transmissão (TEM), microscopia de varredura (MEV), difração de raios-X (DRX), espectroscopia Raman e redução com H2 à temperatura programada (TPR-H2). (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.