Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo do comportamento eletroquímico de juntas soldadas com o uso de microcélulas

Processo: 18/01723-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de março de 2018
Vigência (Término): 31 de agosto de 2018
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Mecânica
Pesquisador responsável:Luis Henrique Guilherme
Beneficiário:José Guilherme Cossetti
Empresa:Soudap Soldas Sanitárias Ltda. - EPP
CNAE: Manutenção e reparação de tanques, reservatórios metálicos e caldeiras, exceto para veículos
Instalação de máquinas e equipamentos industriais
Vinculado ao auxílio:16/08439-0 - Projeto e desenvolvimento de uma microcélula eletroquímica portátil para controle de qualidade de instalações industriais com requisitos de resistência á corrosão e assepsia, AP.PIPE
Assunto(s):Soldagem   Aço inoxidável austenítico   Aço inoxidável duplex   Corrosão   Desgaste corrosivo

Resumo

Instalações industriais com requisitos de resistência à corrosão e assepsia são projetadas e construídas com base em rigorosos critérios para garantir a conformidade dos processos industriais e proteção do produto. A deterioração dos equipamentos e consequente contaminação do produto ocorrem frequentemente devido à degradação por corrosão da junta soldada, uma vez que normas de qualificação de procedimento de soldagem requerem apenas testes de resistência mecânica e a resistência à corrosão não é avaliada adequadamente. Desse modo, o presente projeto tem como objetivo construir um protótipo e padronizar o procedimento de aplicação de uma microcélula eletroquímica portátil e seus componentes. A metodologia consiste no detalhamento do desenho técnico mecânico da microcélula, e para isto, estudos de processos químicos industriais serão conduzidos para maior entendimento do ambiente de aplicação da microcélula. Ensaios laboratoriais serão realizados para embasar o desenvolvimento técnico e consolidar o projeto mecânico. Destaca-se ainda a participação de uma grande indústria com requisitos assépticos em seus processos industriais que terá a função de alimentar os dados do projeto quanto à aplicação da microcélula, auxiliar na definição do escopo de serviços e definir o modelo de aplicação da microcélula em um ambiente industrial. Com a conclusão da fase 1 do projeto PIPE a Soudap deterá o protótipo e procedimento operacional de uma microcélula eletroquímica portátil, viabilizada técnica e cientificamente, projetada com foco nos processos industriais das indústrias que são público alvo e com a apresentação dos resultados sob a ótica dos gestores de manutenção e engenharia que serão os usuários dos resultados provenientes da utilização da microcélula eletroquímica. (AU)