Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito do envelhecimento na protaminação em DNA espermático de camundongos

Processo: 18/01335-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2018
Vigência (Término): 15 de julho de 2018
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Reprodução Animal
Pesquisador responsável:Mayra Elena Ortiz D' Avila Assumpcao
Beneficiário:Kauê Ribeiro da Silva
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Fertilidade   Biotecnologia da reprodução   Idade paterna   Análise do sêmen   Modelos animais

Resumo

Machos apresentam um papel fundamental na determinação da fecundação, do desenvolvimento embrionário inicial e do desenvolvimento de doenças congênitas. Para conseguir executar a função de levar o material genético para o oócito, o espermatozoide tem o genoma protegido durante a espermatogênese. Tal proteção é mediada principalmente pela protaminação do seu DNA. Estudos demonstram que há maior fragmentação de DNA em homens mais velhos e que isso pode ser devido à protaminação deficiente (tornando o DNA mais suscetível à fragmentação), porém há inconsistência de resultados quanto a diminuição ou não de fertilidade com o aumento da idade. A fim de estudar a influência da idade paterna sobre a fertilidade e os efeitos da idade sobre a biologia espermática, dois grupos de camundongos machos, separados por idade (jovens, 4 meses; e velhos, acima de 1,5 anos) serão comparados quanto à protaminação do DNA espermático. Será coletado sêmen da cauda do epidídimo e fragmentos testiculares após eutanásia dos animais e as amostras serão utilizadas para: 1) avaliação da expressão gênica das protaminas (PRM) 1 e 2 e das proteínas de transição (TNP) 1 e 2; 2) expressão das protaminas por meio de Western Blotting; e 3) avaliação do grau de protaminação espermática pelo corante CMA3. Considerando que: animais mais velhos podem ter diminuição de fertilidade; e que a protaminação é um dos fatores que protegem o DNA espermático contra fragmentação, espera-se que em animais idosos a protaminação esteja diminuída e que isso represente um dos fatores para a diminuição de fertilidade e aparecimento de doenças na prole, ao equipararmos os resultados à espécie humana. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)