Busca avançada
Ano de início
Entree

Conflitos e acessibilidade na infraestrutura cicloviária em São Paulo: o caso do Bom Retiro

Processo: 17/20661-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2018
Vigência (Término): 30 de setembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Arquitetura e Urbanismo - Projeto de Arquitetura e Urbanismo
Pesquisador responsável:Paula Freire Santoro
Beneficiário:Gabriela Monteiro Carneiro
Instituição-sede: Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Infraestrutura urbana   Mobilidade urbana   Espaço urbano   Ciclovias   Bicicletas   Comércio

Resumo

A cidade de São Paulo passou nos últimos anos por um processo intenso de implantação de infraestrutura para circulação de bicicletas, no qual a mobilização da sociedade civil parece ter tido papel fundamental. Essa mobilização teve impacto tanto no processo de construção da política de mobilidade, quanto nas reações contrárias à implantação de infraestrutura. No Bom Retiro, bairro no centro da cidade, tem-se observado recentemente um movimento de atores da sociedade civil, como a associação comercial local, e do legislativo municipal com pedidos para retirada da infraestrutura. Com esta pesquisa pretende-se explorar a disputa pelo espaço urbano frente ao conflito entre a implementação de políticas de mobilidade e o uso do solo no território onde houve implantação de infraestrutura, particularmente na relação com o uso comercial. Propõe-se, dessa forma, investigar a relação das ciclovias e ciclofaixas com o território, particularmente com o comércio local, em uma escala micro, através de um estudo das relações socioeconômicas e espaciais presentes no bairro, das condições qualitativas e quantitativas das ciclovias existentes e levantar hipóteses sobre as consequências das intervenções de inclusão e de retirada da infraestrutura. Com isso, este projeto busca ampliar o entendimento sobre a relação entre a infraestrutura cicloviária e o comércio local, e contribuir para o debate sobre as demandas por remoção e inclusão de infraestrutura para bicicletas. Os resultados serão alcançados através da análise da infraestrutura para circulação de bicicleta no distrito do Bom Retiro, sendo avaliadas a constituição de rede, as conexões com outros modais, a relação entre essa infraestrutura e o uso relacionado ao comércio de rua no distrito. (AU)