Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação dos níveis plasmáticos de infliximabe e detecção de anticorpos anti-infliximabe em pacientes com Doença de Crohn

Processo: 17/21453-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2018
Vigência (Término): 31 de março de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Pesquisador responsável:Raquel Franco Leal
Beneficiário:Renato Lazarin Ricci
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Terapia biológica   Doenças inflamatórias intestinais   Doença de Crohn   Resposta imune   Fator de necrose tumoral alfa

Resumo

A doença de Crohn (DC) é caracterizada por inflamação crônica transmural, de caráter recorrente, podendo acometer qualquer segmento do tubo digestório da boca ao ânus, principalmente a região ileal. A etiologia não é definida, entretanto, fatores ambientais em indivíduos geneticamente suscetíveis estão envolvidos, resultando em uma resposta imunológica inapropriada. A introdução dos agentes biológicos na terapêutica das doenças intestinais inflamatórias (DII), em decorrência de sua capacidade de promover cicatrização da mucosa, tem modificado o processo natural da doença com uma tendência à diminuição de cirurgias e/ou hospitalizações. Sendo assim, a dosagem rotineira, ainda não disponível amplamente no Brasil, das concentrações plasmáticas de anti-TNF± (anti-Fator de necrose tumoral alfa), medicamento esse denominado Infliximabe (IFX), assim como a detecção de anticorpo anti-IFX, seria indispensável no manejo terapêutico dos pacientes com DC, seja pela possibilidade de ajuste da dose terapêutica empregada, seja pelo entendimento da perda ou não da resposta ao agente biológico. A pesquisa será de caráter quantitativo e transversal. Serão estudados 40 pacientes com DC, de 18 a 60 anos de idade, de ambos os gêneros, que fazem acompanhamento no Ambulatório de DII, Gastrocentro - UNICAMP, e que estão fazendo uso contínuo e regular de IFX. A quantificação dos níveis séricos de IFX e presença de anticorpo anti-IFX será realizada por meio do método de ELISA. Será realizada comparação desses níveis nos grupos de pacientes segundo o grau de atividade endoscópico e/ou radiológico da doença. O presente estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da UNICAMP. Para análise estatística, serão utilizados testes não paramétricos. O nível de significância adotado será de 5%. Espera-se a partir dessas análises, entender melhor a perda de resposta ao biológico nesse grupo de pacientes, analisando o nível sérico de anti-TNF± e a frequência dos pacientes que desenvolvem imunogenicidade à droga. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Pesquisa apoiada pela FAPESP recebe prêmio em Medicina 

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
LUIS EDUARDO MIANI GOMES; FRANCESCA APARECIDA RAMOS DA SILVA; LÍVIA BITENCOURT PASCOAL; RENATO LAZARIN RICCI; GUILHERME NOGUEIRA; MICHEL GARDERE CAMARGO; MARIA DE LOURDES SETSUKO AYRIZONO; JOÃO JOSÉ FAGUNDES; RAQUEL FRANCO LEAL. Serum Levels of Infliximab and Anti-Infliximab Antibodies in Brazilian Patients with Crohn’s Disease. Clinics, v. 74, p. -, 2019.
MIANI GOMES, LUIS EDUARDO; RAMOS DA SILVA, FRANCESCA APARECIDA; PASCOAL, LIVIA BITENCOURT; RICCI, RENATO LAZARIN; NOGUEIRA, GUILHERME; CAMARGO, MICHEL GARDERE; SETSUKO AYRIZONO, MARIA DE LOURDES; FAGUNDES, JOAO JOSE; LEAL, RAQUEL FRANCO. Serum Levels of Infliximab and Anti-Infliximab Anti-bodies in Brazilian Patients with Crohn's Disease. Clinics, v. 74, 2019. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.