Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo de adsorção de diterpenos ativos em argilas fibrosas organofílicas e avaliação de atividades biológicas e toxicidade dos materiais obtidos

Processo: 17/26889-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2018
Vigência (Término): 31 de março de 2019
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Orgânica
Pesquisador responsável:Vladimir Constantino Gomes Heleno
Beneficiário:Eliene Silvério dos Santos
Instituição-sede: Pró-Reitoria Adjunta de Pesquisa e Pós-Graduação. Universidade de Franca (UNIFRAN). Franca , SP, Brasil
Assunto(s):Química de produtos naturais   Anti-infecciosos   Antifúngicos   Adsorção (química)   Materiais híbridos   Diterpenos

Resumo

Nas pesquisas em química dos produtos naturais é comum e intensa a busca por compostos naturais biologicamente ativos. Várias dessas substâncias podem ser utilizadas como fármacos ou como protótipo na busca de novos medicamentos. Uma parte importante desta busca é o trabalho de modificação estrutural em busca de estruturas semissintéticas bioativas. Para tal tipo de trabalho, os diterpenos são interessantes materiais de partida, uma vez que vários deles apresentam atividades de interesse como: antimicrobianas, antiparasitárias, anti-HIV, hipotensivas e anti-inflamatórias, entre outras. Durante a busca destes ativos, as modificações realizadas têm como finalidade o aumento da atividade e a produção de materiais que tenham níveis baixos de toxicidade, o que é outra característica de alta importância na pesquisa para obtenção de novos fármacos. Com base nas ideias desenvolvidas e resultados obtidos nos estudos de nanotecnologia, propõe-se pesquisar se é possível conseguir níveis melhores de atividade biológica e/ou níveis mais baixos de toxicidade com os diterpenos ao adsorvê-los e/ou incorporá-los em materiais argilosos antes de submetê-los aos sistemas biológicos. Associado a isto, é amplamente conhecido que a incorporação de moléculas orgânicas em substratos inorgânicos tais como os argilominerais via estudos de adsorção pode modificar a biodisponibilidade do princípio ativo no meio biológico, pois estes apresentarão diferentes interações e/ou ligações químicas com o substrato inorgânico que, por sua vez, poderá promover significativa diferença na difusão e dessorção das moléculas bioativas do substrato para o meio biológico. A paligorsquita é um argilomineral pertencente ao grupo das argilas fibrosas com características estruturais análogas ao grupo das esmectitas, caracterizada como um filossilicato 2:1. Devido à sua natureza alongada das partículas e a sua granulometria fina, a paligorsquita dispõe de uma grande área superficial (>200 m2/g) e alta capacidade de adsorção quando é ativada. Neste sentido a proposta deste trabalho é fazer a análise da adsorção de diterpenos ativos em argilas fibrosas como a paligorsquita, verificar a liberação do material e testar sua atividade biológica e sua toxicidade. Os testes visam obter a informação comparativa se, em relação ao produto natural, o híbrido pode apresentar alguma vantagem, como melhor atividade e/ou menor toxicidade. (AU)