Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de uma ferramenta dietética digital para estimar a ingestão alimentar de FODMAPs

Processo: 17/26999-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2018
Vigência (Término): 30 de abril de 2019
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Rodrigo Fernando Galzerano Baldo
Beneficiário:Lucas Arruda Bonservizzi
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Aplicadas (FCA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Limeira , SP, Brasil
Assunto(s):Síndrome do intestino irritável   Ingestão de alimentos   Hábitos alimentares   Oligossacarídeos   Dissacarídeos   Monossacarídeos   Plataforma (computação)   Questionário de frequência alimentar   Dietética

Resumo

A síndrome do intestino irritável (SII) é considerada um distúrbio funcional caracterizado por desconforto ou dor abdominal recorrente, podendo causar alterações nos hábitos intestinais. O manejo nutricional para diminuição dos sintomas da SII inclui a restrição de alguns alimentos, especialmente aqueles dos grupos dos FODMAPs - oligossacarídeos, dissacarídeos, monossacarídeos e polióis fermentáveis. Objetivo: desenvolver uma plataforma online de avaliação dietética digital que torne mais prática a aplicação de Questionário de Frequência Alimentar (QFA) curto para estimar a ingestão de FODMAPs em portadores da SII. Será elaborado em parceria com um docente da Faculdade de Ciências Aplicadas da UNICAMP do curso de Nutrição e um aluno de iniciação científica de graduação do mesmo curso, um álbum fotográfico com as porções de alimentos fonte de FODMAPs presentes no QFA curto, contemplando porções padrão e porções mínimas problemáticas para o desencadeamento dos sintomas da SII. Com isso, será desenvolvida uma plataforma online que irá conter o QFA curto e o álbum fotográfico. Espera-se elaborar uma plataforma online de avaliação dietética que funcione como um instrumento tecnológico e inovador na área da saúde no Brasil no que diz respeito à SII e ao consumo de FODMAPs, com foco nos alimentos comuns na dieta dos brasileiros, contribuindo para o manejo nutricional da doença na prática clínica e em pesquisas epidemiológicas. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.