Busca avançada
Ano de início
Entree

Técnicas de documentação, levantamento e diagnóstico do patrimônio edificado: o caso do Museu Paulista

Processo: 17/26932-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de maio de 2018
Vigência (Término): 31 de agosto de 2019
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Arquitetura e Urbanismo - Fundamentos de Arquitetura e Urbanismo
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Beatriz Mugayar Kühl
Beneficiário:Renata Cima Campiotto
Instituição-sede: Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Patrimônio cultural

Resumo

A dissertação tem por tema uma análise crítica dos procedimentos de documentação, levantamento e diagnóstico do patrimônio edificado, tomando por objeto de estudos o Museu Paulista. A comparação das técnicas e dos procedimentos já adotados, bem como dos resultados obtidos e previstos por meio do escaneamento laser 3D, é de suma importância para a compreensão da eficácia desses métodos, suas contribuições e limites, tendo em vista o objetivo central de preservação do patrimônio edificado. Além disso, enquanto processo crítico, a análise visa fornecer insumos para a historiografia, a partir da indagação de documentos, da bibliografia e do próprio objeto de estudo.O Museu Paulista, desde 2013, ano em que foi fechado ao público, passa por uma série de estudos que visam a sua recuperação. O fechamento do museu por um longo período e os estudos que vêm sendo realizados são decorrentes, em grande medida, do fato de que, ao longo das últimas décadas, pouca preocupação foi dada à materialidade do edifício, que acolhe grande acervo dedicado à história da sociedade brasileira e da cidade de São Paulo entre os séculos XVI a XX. Além de diagnósticos estruturais e das fachadas, realizados e em andamento, estão previstos levantamentos adicionais, como o escaneamento laser 3D, tendo em vista o contexto de recuperação emergencial no qual o edifício atualmente se encontra.A questão abordada e discutida nesta dissertação se dará em torno das possibilidades de análise e comparação das técnicas de documentação, levantamento e diagnóstico utilizadas nos projetos realizados para recuperação do Museu Paulista, com o objetivo de discutir a relevância, os desafios e os limites que se colocam para estes procedimentos enquanto etapas preliminares da intervenção em qualquer bem cultural. (AU)