Busca avançada
Ano de início
Entree

Oportunidades e fragilidades da gestão costeira integrada no litoral paulista no contexto da governança da macrometrópole

Processo: 18/00462-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2018
Situação:Interrompido
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Oceanografia
Pesquisador responsável:Alexander Turra
Beneficiário:Leandra Regina Gonçalves Torres
Instituição-sede: Instituto Oceanográfico (IO). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:15/03804-9 - Governança ambiental da macrometrópole paulista face à variabilidade climática, AP.PFPMCG.TEM
Bolsa(s) vinculada(s):19/04481-0 - Como governar a zona costeira na região macro-metropolitana: desafios para gestão costeira integrada no Litoral de São Paulo, BE.EP.PD
Assunto(s):Serviços ambientais

Resumo

Considerando as pressões e ameaças atuais, a complexidade adicionada pela variabilidade climática e principalmente a perspectiva de aumento da industrialização e ocupação humana para a costa paulista nos próximos anos, o presente projeto tem como objetivo avaliar a eficácia dos arranjos institucionais de gestão e ordenamento territorial previstos para o gerenciamento costeiro e integrado da zona costeira e marinha e identificar oportunidades para reverter esse cenário, tendo como estudo de caso o litoral paulista (LP), no contexto da governança da macrometrópole. Através da aplicação do princípio de integração de políticas ambientais (environmental policy integration - epi), e do conceito de interação institucional (institucional interplay) essa pesquisa de 24 meses irá refletir sobre desenvolvimento de uma possível governança multinível e policêntrica, ambas necessárias para sistematicamente conectar e integrar objetivos aparentemente incompatíveis de competitividade econômica, desenvolvimento social e proteção ambiental e, portanto, garantir o desenvolvimento sustentável. O litoral paulista torna-se um caso interessante para análise já que ao longo da sua extensão, abrange uma ampla diversidade de ecossistemas responsáveis pela provisão de diversos serviços ecossistêmicos de grande importância ambiental, social e econômica e vem sofrendo o impacto das mudanças climáticas, dos megaempreendimentos, do crescimento populacional e da ocupação costeira desordenada.

Publicações científicas (4)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GERHARDINGER, LEOPOLDO CAVALERI; QUESADA-SILVA, MICHELE; GONCALVES, LEANDRA REGINA; TURRA, ALEXANDER. Unveiling the genesis of a marine spatial planning arena in Brazil. OCEAN & COASTAL MANAGEMENT, v. 179, SEP 1 2019. Citações Web of Science: 0.
ANA FLÁVIA BARROS-PLATIAU; LEANDRA REGINA GONÇALVES. ANTARCTICA AND ABNJ IN THE ANTHROPOCENE: CHALLENGES TO THE SUSTAINABLE MANAGEMENT OF MARINE GENETIC RESOURCES?. Ambiente & Sociedade, v. 22, p. -, 2019.
PEDRO HENRIQUE CAMPELLO TORRES; RUTH FERREIRA RAMOS; LEANDRA GONÇALVES REGINA. ENVIRONMENTAL CONFLICTS AT SÃO PAULO MACROMETROPOLIS: PARANAPIACABA AND SÃO SEBASTIÃO. Ambiente & Sociedade, v. 22, p. -, 2019.
GONCALVES, LEANDRA REGINA. The role of Brazil in the International Commission for the Conservation of Atlantic Tunas (ICCAT). REVISTA BRASILEIRA DE POLITICA INTERNACIONAL, v. 62, n. 2 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.