Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da dor crônica em equinos sob a perspectiva de veterinários e não veterinários: estudo multicêntrico

Processo: 18/03292-6
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 01 de agosto de 2018
Vigência (Término): 31 de julho de 2019
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica e Cirurgia Animal
Pesquisador responsável:Adriano Bonfim Carregaro
Beneficiário:Adriano Bonfim Carregaro
Anfitrião: Kate Louise White
Instituição-sede: Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA). Universidade de São Paulo (USP). Pirassununga , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Nottingham, University Park, Inglaterra  
Assunto(s):Anestesiologia veterinária   Equinos   Comportamento animal   Dor

Resumo

O projeto visa validar escalas de avaliação da dor crônica em equinos, em português e inglês, as quais possam ser utilizadas por público de diversas atuações no meio equestre. O estudo será composto por três etapas, realizadas no Brasil e no Reino Unido. Etapa 1 - Validação de escala de dor crônica. Serão selecionados 24 indivíduos (12 em cada país), divididos igualmente em veterinários, tratadores e usuários (esporte ou lazer). Os participantes descreverão palavras que estejam relacionadas a dor no equino e também correlacionarão outros sinais, disponíveis em lista pré-determinada. Três especialistas validarão o conteúdo desta lista, a qual será uniforme para as línguas portuguesa e inglesa. A validação da escala será realizada por meio de avaliação de 45 cavalos, sendo 15 sem dor, 15 com dor lombar e 15 com dor crônica decorrente de laminite. Isso será realizado pelos manejadores dos animais, veterinários responsáveis e pelo pesquisador principal do projeto. Serão testadas a confiabilidade inter-observadores e a responsividade da escala frente aos três grupos de animais. Etapa 2 - Aplicação da escala entre classes de observadores. A aplicabilidade da escala validada na Etapa 1 será testada por seis observadores experientes, sendo um veterinário, um tratador e um usuário de cada país, além do pesquisador principal. Para isso, serão avaliados vídeos provenientes de 30 equinos, sendo 10 animais de cada grupo. Serão testadas a confiabilidade intra- e inter-observadores e a responsividade da escala, similar à Etapa 1. Etapa 3 - Validação da avaliação qualitativa do comportamento (QBA) para identificar dor crônica em equinos. Oito observadores experientes determinarão os termos relacionados ao comportamento de equinos, balanceados em positivos, neutros e negativos, por meio de avaliação de 20 vídeos. Após isso, serão selecionados os termos relevantes, os quais irão compor a lista padrão da QBA, baseados em confiabilidade intra- e inter-observadores. A validação da QBA será realizada por meio de vídeos, derivados da Etapa 2. Seis observadores experientes, sendo um veterinário, um tratador e um usuário de cada país, além do pesquisador principal, pontuarão os vídeos para cada termo da QBA. Serão testadas as confiabilidades intra- e inter-observadores e a comparação entre os três grupos de animais, a fim de testar a responsividade desta nova ferramenta. Espera-se que seja possível validar as escalas e que elas sejam aplicáveis para a mensuração da dor crônica em equinos, especialmente para que o público não veterinário detecte animais que possivelmente estejam experienciando dor crônica, abreviando o tempo entre a detecção da doença e o início do tratamento. (AU)