Busca avançada
Ano de início
Entree

Determinação da atividade antiproliferativa de compostos ativos obtidos de diferentes estruturas da sementes e plântulas de Glycine Max

Processo: 18/05717-4
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Iniciação Científica
Vigência (Início): 21 de maio de 2018
Vigência (Término): 20 de agosto de 2018
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Engenharia Agrícola - Engenharia de Processamento de Produtos Agrícolas
Pesquisador responsável:Regildo Márcio Gonçalves da Silva
Beneficiário:Bianca de Arruda Leite
Supervisor no Exterior: Stefan Wolfl
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Letras (FCL-ASSIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Assis. Assis , SP, Brasil
Local de pesquisa : Heidelberg University, Alemanha  
Vinculado à bolsa:17/13316-7 - Desenvolvimento de método de cultura de células de g. max (soja) em suspensão para produção de compostos ativos com potencial antioxidante, antiglicante e antitumoral, BP.IC
Assunto(s):Isoflavonas   Cultura de células   Antioxidantes   Apoptose   Antineoplásicos

Resumo

O presente projeto de estágio no exterior tem por objetivo avaliar a atividade biológica por meio de testes in vitro, utilizando linhagens de células cancerígenas, compostos ativos presentes em diferentes estruturas da semente (cotilédone, embrião e tegumento) e plântula (radícula e caulículo) de Glycine max (soja). Para tanto será realizado !ell lines and culture conditions, Cell proliferation assay, Apoptosis induction, Intracellular ROS formation and Cell death detection with Annexin V/propidium iodide junto ao grupo de pesquisa da Universidade de Heidelberg. Este estágio de pesquisa se justifica pois há a perspectiva do desenvolvimento de um método de cultura de células de G. max (soja) em suspensão para produção de compostos ativos com potencial anticâncer que já se encontra em execução, com o possível mecanismo de ação envolvendo a atividade antioxidante e antiglicante. O projeto de estágio poderá também resultar em uma parceria científica entre a UNESP e a Universidade de Heidelberg, somado aos ganhos pessoais e profissionais do aluno de graduação que irá vivenciar a experiência de pesquisa em um dos mais renomados centros de pesquisa de biotecnologia molecular.