Busca avançada
Ano de início
Entree

Cleo de Verberena: a primeira cineasta brasileira

Processo: 17/13760-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2018
Vigência (Término): 01 de outubro de 2021
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Artes - Cinema
Pesquisador responsável:Esther Império Hamburger
Beneficiário:Marcella Grecco de Araujo
Instituição-sede: Escola de Comunicações e Artes (ECA). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Cinema brasileiro   História cultural   Mulheres na arte   Cineastas   Brasileiros   Século XX

Resumo

Esta pesquisa tem a intenção de tirar do esquecimento a trajetória da primeira cineasta brasileira, Cleo de Verberena, nome artístico de Jacyra Martins da Silveira. Esse estudo está em consonância com a recuperação da presença de diversas mulheres pioneiras que trabalharam no período do cinema silencioso, o que coloca novas questões para as relações entre a emergência do cinema e as relações de gênero no início do século XX. Jacyra Martins da Silveira funda um estúdio junto de seu marido, César Melani, o Épica Filmes, e atua e dirige o seu primeiro e único filme, o longa-metragem O mistério do dominó preto (1931). Cleo de Verberena é o nome artístico que ficou na história do cinema como uma lenda, que teria aparecido e desaparecido sem deixar vestígio. Apoiada nos trabalhos de história cultural e visual que vêm contribuindo para adensar o conhecimento das relações entre o cinema e a vida no início do século XX, essa pesquisa busca entender o surgimento da experiência pioneira de uma mulher no cinema brasileiro. O que a presença feminina revela sobre o posicionamento do cinema como atividade profissional e artística no início do século passado? Em que medida o cinema participa da inclusão das mulheres na esfera pública? Qual a especificidade de Cleo de Verberena e do Brasil? (AU)